Home

Campanha no ano 2008

Campeonato Paulista - 2ª Divisão

e Amistosos

HISTÓRIA
O TIME
LINKS
CADASTRE-SE
O AUTOR
CAMPEONATOS
BAZZANI
OPINIÃO
CANTINHO DO BÉLIER

paulistão - série a2: 10v - 7e - 8d

amistosos : 3v - 6e - 2d

copa paulista: 6v - 7e - 6d


Presidentes: Welson Alves Ferreira Junior (Juninho) e Waldir Massucato.


COMPETIÇÃO

DATA

HORA

 

ADVERSÁRIO/RESULTADO

LOCAL

Jogo-treino

sab

12/jan

16:00

D

1x3 AA PONTE PRETA

Jarinu

Paulista Série A2/2008

sab

19/jan

19:00

D

0x1 EC SÃO BENTO

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

qua

23/jan

20:00

V

1x0 SÃO JOSÉ EC

Martins Pereira - S.José dos Campos

Paulista Série A2/2008

sab

26/jan

17:00

V

4x1 BOTAFOGO FC

Santa Cruz - Ribeirão Preto

Paulista Série A2/2008

sab

2/fev

17:00

V

1x0 EC XV DE NOVEMBRO (Jaú)

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

sab

9/fev

16:00

E

0x0 RIO BRANCO EC

Décio Vitta - Americana

Paulista Série A2/2008

qua

13/fev

19:30

D

0x1 UNIÃO SÃO JOÃO EC

Hermínio Ometto - Araras

Paulista Série A2/2008

sab

16/fev

16:00

V

3x1 COMERCIAL FC (Ribeirão Preto)

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

qua

20/fev

20:00

D

1x3 EC SANTO ANDRÉ

Bruno José Daniel - Santo André

Paulista Série A2/2008

dom

24/fev

10:30

E

1x1 GRÊMIO CATANDUVENSE F

Silvio Sales - Catanduva

Paulista Série A2/2008

qua

27/fev

20:00

V

3x2 CA TAQUARITINGA

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

qui

28/fev

15:00

V

1x0 BRASILIS FCL

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

sáb

1/mar

19:00

V

5x0 OLÍMPIA FC

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

seg

3/mar

15:00

V

3x0 SÃO CARLOS FL

Luiz Augusto de Oliveira - São Carlos

Paulista Série A2/2008

sex

7/mar

20:30

V

2x1 OESTE FC

Ildenor P. Semeghine - Itápolis

Paulista Série A2/2008

qua

12/mar

20:00

E

2x2 A MONTE AZUL

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

sáb

15/mar

16:00

E

1x1 ATLÉTICO SOROCABA

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

seg

17/mar

15:00

V

3x0 TAQUARITINGA / 2x0 CEC RG (Monte Alto)

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Paulista Série A2/2008

qua

19/mar

20:30

E

1x1 AA INTERNACIONAL (Limeira)

Major Levy Sobrinho - Limeira

Paulista Série A2/2008

sáb

22/mar

16:00

D

0x2 AMÉRICA FC

Benedito Teixeira - S. José do Rio Preto

Paulista Série A2/2008

qua

26/mar

20:00

V

2x0 AA PORTUGUESA (Santos)

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

qui

27/mar

10:00

E

1x1 CA LEMENSE

Bruno Lazarini - Leme

Paulista Série A2/2008

dom

30/mar

15:00

E

0x0 MOGI MIRIM EC

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

sex

4/abr

9:00

E

0x0 AMÉRICO EL

Joaquim Justo - Américo Brasiliense

Paulista Série A2/2008

dom

6/abr

16:00

V

3x2 BANDEIRANTE EC

Pedro Marin Berbel - Birigui

Paulista Série A2/2008

sáb

12/abr

17:00

D

1x4 BOTAFOGO FC

Santa Cruz - Ribeirão Preto

Paulista Série A2/2008

qua

16/abr

20:00

D

0x2 UNIÃO SÃO JOÃO EC

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

sáb

19/abr

19:00

D

1x2 EC SANTO ANDRÉ

Fonte Luminosa - Araraquara

Paulista Série A2/2008

sáb

26/abr

16:00

D

1x2 EC SANTO ANDRÉ

Bruno José Daniel - Santo André

Paulista Série A2/2008

qua

30/abr

19:30

E

0x0 UNIÃO SÃO JOÃO EC

Hermínio Ometto - Araras

Paulista Série A2/2008

sáb

3/mai

16:00

V

4x1 BOTAFOGO FC

Fonte Luminosa - Araraquara

Jogo-treino

sex

20/jun

15:00

E

2x2 RIO BRANCO EC

Décio Vitta - Americana

Jogo-treino

qua

25/jun

15:00

D

0x2 GUARANI FC

Brinco de Ouro - Campinas

Jogo-treino

qua

2/jul

15:00

E

2x2 EC XV DE NOVEMBRO (Piracicaba)

Estádio Municipal - Ibaté

Jogo-treino

sáb

5/jul

10:30

E

1x1 EC XV DE NOVEMBRO (Piracicaba)

Barão de Serra Negra - Piracicaba

Jogo-treino

sex

11/jul

15:00

E

1x1 SE ITAPIRENSE

Hudson Buck Ferreira - Matão

Copa Paulista/2008

sab

19/jul

19:00

V

2x0 OESTE FC

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

sáb

26/jul

15:30

V

4x0 COMERCIAL FC (Ribeirão Preto)

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

sáb

2/ago

16:00

V

1x0 RIO CLARO FC

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

qua

6/ago

19:30

D

0x4 GRÊMIO CATANDUVENSE F

Sílvio Salles - Catanduva

Copa Paulista/2008

sáb

9/ago

17:00

V

2x0 BOTAFOGO FC

Santa Cruz - Ribeirão Preto

Copa Paulista/2008

sáb

16/ago

15:30

V

1x0 AA FRANCANA

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

sex

22/ago

20:00

E

0x0 CA TAQUARITINGA

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

sex

29/ago

20:00

E

2x2 OESTE FC

Ildenor Picardi Semeghine - Itápolis

Copa Paulista/2008

sab

6/set

15:30

E

0x0 COMERCIAL FC (Ribeirão Preto) 

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

dom

14/set

11:00

D

1x3 RIO CLARO FC

Augusto Schimidt Filho - Rio Claro

Copa Paulista/2008

qua

17/set

15:00

E

1x1 GRÊMIO CATANDUVENSE F

Adail Nunes da Silva - Taquaritinga

Copa Paulista/2008

sáb

20/set

18:00

D

1x2 BOTAFOGO FC

Jardim Botânico - Araraquara

Copa Paulista/2008

dom

28/set

11:00

D

1x2 AA FRANCANA

José Lancha Filho - Franca

Copa Paulista/2008

sáb

4/out

11:00

E

1x1 CA TAQUARITINGA

Jardim Botânico - Araraquara

Copa Paulista/2008

sex

10/out

20:00

D

0x1 EC XV DE NOVEMBRO (Piracicaba)

Jardim Botânico - Araraquara

Copa Paulista/2008

qua

15/out

15:00

E

0x0 AA FLAMENGO

Antônio Soares de Oliveira - Guarulhos

Copa Paulista/2008

dom

19/out

10:30

E

1x1 EC NOROESTE

Alfredo de Castilho - Bauru

Copa Paulista/2008

sáb

25/out

19:00

V

2x1 EC NOROESTE

Jardim Botânico - Araraquara

Copa Paulista/2008

qua

29/out

20:00

D

0x1 AA FLAMENGO

Jardim Botânico - Araraquara

Copa Paulista/2008

dom

2/nov

11:00

D

0x3 EC XV DE NOVEMBRO (Piracicaba)

Barão de Serra Negra - Piracicaba


12/jan - Sábado - Jarinu - 16hs.

3x1

PRIMEIRO JOGO DE 2008 E O QUARTO DA PRÉ-TEMPORADA

A Ponte, preparando-se para a estréia na A1, começou arrasadora. No segundo tempo o treinador alvi-negro trocou todos os jogadores. No time da Macaca, o meia Renato, que deu muitas alegrias para a gente afeana. Excelente teste para a AFE, que faz assim a quarta e última partida da pré-temporada iniciada em 15 de dezembro de 2007.

AA Ponte Preta 3x1 Ferroviária FSA

Data: Sábado, 12 de janeiro de 2008.

Local: Hotel em Jarinu.

Gols: Leandro (AAPP) (2) na primeira etapa. Rafael Ueta (AAPP) (pênalti) e Robson (AFE) (pênalti) na etapa complementar.

AA Ponte Preta: Aranha; Eduardo Arroz, César, Jean e Vicente; Bilica, Deda, Renato e Elias; Marcelo Soares e Leandro. Treinador: Sérgio Guedes.

Ferroviária FSA: Tuti; Fábio Duarte, Marcel, Anderson Carvalho, Zé Luiz; Vagner, Samuel, Wilson e Robson; Osny e Fabinho. Treinador: Edison Só.

 

FERROVIÁRIA

DE VOLTA

A A2 DEPOIS 

DE 10 ANOS

 

Enfim o primeiro obstáculo deveria ser transposto. Depois de dez anos afastada do segundo nível de disputa do Futebol Paulista, a Ferroviária inicia a Série A2 de 2008. 

E acompanhada de várias equipes tradicionais do interior que, como ela, possuem camisas de glórias, mas que esbarram na escassez de dinheiro, abundante nos times emergentes que infestam as primeiras divisões do futebol paulista e brasileiro.

América, Botafogo, Comercial, Inter de Limeira, Mogi Mirim, Portuguesa Santista, Rio Branco, Santo André, São Bento, São José, União S. João e XV de Jaú, os mais tradicionais, ao lado da Ferrinha dão a largada para retornar à Serie A1

 


19/jan - Sábado - Araraquara - 19hs.

 0x1

Foi melhor, perdeu pênalti e teve dois gols anulados... 

É a Ferroviária de volta à A2. 

 

Foi estranho! O São Bento não mostrou nada demais e a partida foi ruim na primeira etapa. Mas houve uma penalidade para a AFE, que o árbitro mandou voltar a cobrança após Osny ter convertido. Alegou invasão de área. Na segunda tentativa, o atacante grená perdeu a oportunidade. No final da partida o Azulão da Manchester Paulista fez sua parte e sacramentou a vitória num pênalti a seu favor. E aí? Não houve invasão também?

O árbitro ainda anularia um gol afeano e assinalaria impedimento em nova jogada resultante em tento grená. O arqueiro beneditino fechou o gol e salvou a equipe azul com dois milagres, aumentando assim sua participação na vitória com um homem a menos no time.

Choro de perdedor? Sim, mas já dá para se ter uma idéia de que será ainda mais difícil, pois além dos adversários dentro de campo, existem os fatores imponderáveis que não se explicam nem em conversas de bastidores.

Ferroviária FSA 0x1 EC São Bento
Paulista Série A2/2008 - 1ª Fase - 1ª Rodada
Local: Estádio da Fonte Luminosa em Araraquara.
Data: Sábado, 19 de janeiro de 2008, 19hs.
Renda: R$ 9.590,00
Público: 1.129 pagantes.
Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri.
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Andreval de Jesus Monteiro.
Cartões amarelos: André (1º)(AFE); Robson e Badé (ECSB). 
Cartões Vermelhos: Robson (ECSB) aos 3min e Marcel (AFE) (2º amarelo) aos 40min da etapa final.
Gol: Badé (pênalti) aos 35min do segundo tempo.
Faltas: 46. AFE-29; ECSB-27.
Tempo de bola rolando: 57min. 1t-28min; 2t-29min.
Ferroviária FSA: Éder 1; Fábio Duarte 2 (Edimar 14), André 3, Marcel 4 e Fernando Luiz 6; Vagner 5, Wilson 7 (Jonathan 18), Laerte 8 e Robson 10; Osny 9 (Washington 17) e Marcelo Tevez 11. Treinador: Edison Só.
EC São Bento: Alencar 1; Rodrigo 2, Daniel 3, Robson 4 e Badé 6; San 5, Rogério Baiano 7, Ricardo Oliveira 8 e Everton 10 (Renan 15); Celsinho 9 (Claudiney 16) e Maia 11 (Gilvan 14). Treinador: Leandro Campos.

23/jan - Quarta-feira - S. José dos Campos - 20hs.

0x1

Derrota de estréia esquecida 
e moral elevadO para o Bota-Ferro.

O primeiro tempo da partida lembrou a estréia da AFE na Fonte contra o São Bento. O time da casa jogando melhor, dominando o adversário mas sem acertar o gol. A Ferrinha parecia nervosa, com algumas alterações. Conseguiu resistir à pressão da Águia, tendo no goleiro Éder a segurança para manter o zero no placar.
Na segunda etapa o onze grená conseguiu assustar o time do Vale, acreditando que poderia contra-atacar e manter a esperança de, a qualquer momento, fazer o gol.

Dito e feito! Alterações feitas por Edison Só equilibraram os nervos do time e as coisas em campo. O lateral Fábio Duarte foi de vilão a herói, pois foi uma peça defeituosa no primeiro tempo, permitindo avanços pelo seu setor que poderiam ter sido aproveitados pelo São José, mas numa atravessada de bola pela defesa adversária, aproveitou-se e assinalou o único tento do jogo.

Éder foi impecável e foi o destaque em campo. Vale citar também a arbitragem de Cléber Wellington Abade e a presença da grande e fanática torcida da Águia do Vale.

São José EC 0x1 Ferroviária FSA
Série A2/2008 -1ª Fase - 2ª Rodada 
Local: Estádio Dr. Mário Martins Pereira, São Jose dos Campos.
Data: Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008, 20hs.
Renda: R$ 22.773,00
Público: 2.744 pagantes.
Árbitro: Cleber Wellington Abade.
Assistentes: Newton dos Reis Barreira e Eder Antonio do Carmo Nunes.
Cartões amarelos: Shizo e Alex Alves (SJEC); Vagner (1º), Chimba (1º), Marcelo Tevez (1º) e Zé Luiz (1º)(AFE).
Gol: Fábio Duarte aos 23min da etapa final.
Faltas: SJEC - 12; AFE - 20. Total - 32.
Tempo de bola rolando: 62min. 1t - 30min; 2t - 32min.
São José EC: Willians 1; Júlio César 2 (Léo 13), Alex Alves 3, Ricardo Villa 4 e Leandrinho 6; Flávio 5, André Bilinha 7 (Fernando Aquiles 16), Bruno 10 e Shizo 8 (Tiago Henrique 18); Digão 9 e Fabinho 11. Treinador: Toninho Moura.
Ferroviária FSA: Éder 1; Fábio Duarte 2, André 3, Anderson Carvalho 4 e Zé Luiz 6; Vagner 5, Wilson 7, Laerte 8 (Marcelo Tevez 17) e Róbson 10 (Santiago 13); Osny 9 e Chimba 11 (Guilherme Alves 15). Treinador: Edison Só


26/jan - Sábado - Ribeirão Preto - 17hs.

1x4

AFE não está brincando na A2 e tritura o Pantera. 

 Logo na saída de bola um cruzamento para o ataque deixou confusos zagueiro e goleiro do tricolor, o que proporcionou ao excelente atacante Fabinho balançar as redes. Um knock down que foi determinante para a vitória da AFE? Não, pois a resposta veio aos dois minutos com o empate do Pantera. Qualquer um que conhece algo de futebol diria que as coisas iriam se reverter e o Botafogo, cheio de moral, viraria. Não!

A Ferroviária tem um excepcional treinador. Edison Só. O mesmo que muitíssimo conhecido de nossos vizinhos de Ribeirão Preto, levou o próprio Botafogo ao título da Série A3 em 2006. Pois quando tudo indicava que a Ferroviária não agüentaria a pressão dos donos da casa, os gols foram saindo, saindo e resultou na imprevisível goleada de 4x1.

A torcida do Botinha já estava de olho no goleiro Alexandre, e após os dois gols sofridos na primeira etapa foi o suficiente para ele ser sacado do jogo. Ainda sairiam mais dois! 

Os grandes destaques do time grená, além de seu comandante Edison Só, que fez o conjunto funcionar novamente, foram mais uma vez o goleiro Éder e o retorno do atacante Fabinho, fundamental na campanha de subida em 2007.

Botafogo FC 1x4 Ferroviária FSA

Série A2/2008 -1a Fase - 3ª Rodada 

Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto.

Data: Sábado, 26 de janeiro de 2008, 17hs.

Renda: R$ 12.075,00

Público: 1.685 pagantes.

Árbitro : Carlos Roberto dos Santos Jr.

Assistentes: Éverson Luiz Luquesi Soares e Luciano Cesário.

Cartões amarelos: Hernandes, Bruno e Renan (BFC). Fábio Duarte (1º), André (2º), Zé Luiz (2º) e Anderson Carvalho (1º) (AFE).

Gols: Fabinho (AFE) aos 19seg, Vagner (BFC) aos 2min, e André (AFE) aos 37min do primeiro tempo. Osny (AFE) aos 4min e Fabinho (AFE) aos 20 min da etapa final.

Faltas: BFC - 14; AFE - 35. Total - 49.

Tempo de bola rolando: 60min35seg. 1t - 32min25seg; 2t - 28min10seg.

Botafogo FC: Alexandre 1 (Roberto 12); Wesley 2 (Róbson Goiano 13), Frede 3, Bruno 4 e Renan 6; Hernandes 5, Wágner 7, Léo Dias 8 e João Henrique 10; Magrão 9 (Maninho 17) e Araújo 11. Treinador: Carlos Rossi.

Ferroviária FSA: Éder 1; André 2, Marcel 3, Anderson Carvalho 4 e Zé Luiz 6; Vagner 5, Fábio Duarte 7, Wilson 8 (Edimar 14) e Chimba 10 (Róbson 16); Osny 9 (Washington 18) e Fabinho 11. Treinador: Edison Só.


16/fev - Sábado - Araraquara - 16hs

3x1

Come-Ferro foi cheio de emoção na Fonte

Houve uma reclamação de penalidade pelos grenás logo aos 10 minutos, o que agitou um pouco o jogo que começou morno. Chimba movimentava-se como sempre, trazendo perigo ao alvinegro. A AFE perdeu Edimar muito cedo, cedendo o lugar a Paulo Henrique aos 20 minutos. O Comercial assustou aos 23 e aos 29 minutos, mas Laertinho deu o troco aos 30 minutos, quando o árbitro já havia amarelado 2 comercialinos. 

Aos 31 minutos o Vágner da AFE meteu uma bola na trave. Aos 37 minutos aconteceu a grande chance do jogo, perdida pelo Bafo, quando seus atacantes não tiveram competência para finalizar, tamanha a preocupação do time em se defender. Paulo Henrique ainda criou uma boa chance aos 44 minutos.

Os times vieram com modificação após o intervalo e Fabinho logo aos 5 minutos fez seu quarto gol no campeonato recebendo passe de Chimba. Aos 15 o ataque afeano chegou, mas facilitou a vida do goleiro. Aos 24, foi a vez do Comercial assustar Éder e, no revide, Washington bisonhamente perdeu grande chance após bela jogada de Wilson. Os treinadores fizeram várias alterações e o equilíbrio ficou nítido em campo. O Comercial passou a acreditar mais e Éder fez boa defesa em chute de Leandro Ferreira aos 33 minutos espalmando a córner. O mesmo Éder saiu nos pés do atacante adversário e fez grande defesa aos 39 minutos, e no contra-ataque a Fonte gritou gol, mas a bola entrou por fora passando por debaixo da rede. 

O Bafo perdeu mais duas chances incríveis, acertando a trave grená aos 43 minutos e de tanto tentar, conseguiu o empate aos 45 minutos com Wagner. Fabinho fez o segundo aos 48 minutos após rebote da trave, calando alguns protestos da torcida contra o treinador. Muito criticado pela galera, Washington deu a volta por cima e sacramentou a vitória aos 49 minutos. Ufa, que baita Come-Ferro!

Ferroviária FSA 3x1 Comercial FC

Série A2/2008 -1ª Fase - 7ª Rodada 

Data: Sábado, 16 de fevereiro de 2008, 16hs.

Local: Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara.

Renda: R$ 15.940,00.

Público: 2.007 pagantes.

Arbitragem: Gilmar Pedroso Rocha.

Assistentes: Dante Mesquita Júnior e Marco Antonio de Andrade Motta Júnior.

Cartões Amarelos: Laertinho (1º), André (2º-2ªS) e Chimba (3º) (AFE). Gladstone, Fernando, Samuel e Paulo (CFC).

Gols: Fabinho (AFE) aos 5 min, Wagner (CFC) aos 45min, Fabinho (AFE) aos 48min e Washington (AFE) aos 49min da etapa complementar.

Faltas: AFE - 21; CFC - 26. Total - 47.

Tempo de bola rolando: 61min. 1t - 31min; 2t - 30min.  

Ferroviária FSA: Éder 1; Edimar 2 (Paulo Henrique 14), André 3, Marcel 4 e Fernando Luiz 6; Vagner 5, Wilson 7, Laertinho 8 e Chimba 10 (Róbson 16); Fabinho 11 e Osny 9 (Washington 18). Treinador: Edison Só.

Comercial FC: Flávio Mendes 1; Paulo 5, Samuel 4 e Fernando 3 (Pires 15); Félix 2 (Róbson 14), Fábio Recife 8 (Cristiano 18), Gladstone 7, Leandro Ferreira 10 e Raimundo 6; Júnior Ferrim 9 e Wagner 11. Treinador: Leandro Campos.

9/fev - Sábado - Americana - 16hs.

0x0

Jogo não agradou, mas AFE continua sem perder fora de casa 

A AFE começou assustando o Tigre logo de cara. Chimba quase abriu a contagem antes dos 5 minutos de jogo. Os donos da casa deram o troco aos 12 minutos com Bruno, depois de falha da zaga grená. Destaques no primeiro tempo para Chimba, o forte calor e o estreante Santiago, que sentindo a responsabilidade e sem plenas condições atléticas, foi bastante explorado pelo alvi-negro. 

Uma alteração para cada lado no intervalo e o Tigre veio melhor, atacando bastante. A AFE perdeu seu jogador mais perigoso, Chimba, aos 10 minutos, após entrada violenta que rendeu o cartão amarelo para o capitão do Rio Branco, Careca. O árbitro segurou o ataque da Ferrinha quando inventou um toque de mão de Fabinho que iria em direção ao gol. Já o meio-campo Wilson perdeu uma grande chance aos 33. O Rio Branco, apesar do visível cansaço atacou e obrigou Éder a salvar o gol grená aos 37 minutos por duas vezes. 

Rio Branco EC 0x0 Ferroviária FSA

Série A2/2008 -1a Fase - 5ª Rodada

Data: Sábado, 9 de fevereiro de 2008, 16hs.

Estádio: Dr. Décio Vitta, em Americana.

Renda: R$ 6.185,00

Público: 941 pagantes.

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Assistentes: Osny Antônio Silveira e Daniel Freiria Yeda.

Cartões Amarelos: Leandro Nunes, Claiton e Careca (RBEC). Zé Luís (3º), Fabinho (2º) e Vágner (2º) (AFE).

Faltas: RBEC - 19; AFE - 22. Total - 41.

Tempo de bola rolando: 59min. 1t - 30min; 2t - 29min.

Rio Branco EC: Cristiano 1; Matheus 3, Claiton 4 e Diguinho 5; Joe 2 (Maurinho 13), Leandro Nunes 7 (Caio 16), Careca 8*, Wesley 10 (Índio 18) e Leandro Barbosa 6; Danilo 11 e Bruno 9. Treinador: Roberto Fernandes.

Ferroviária FSA: Éder 1; Santiago 2, Marcel 3 e Anderson Carvalho 4; Fábio Duarte 7 (Edimar 14), Vagner 5*, Wilson 8, Chimba 10 (Laertinho 17) e Zé Luís 6 (Robson 16); Osny 9 e Fabinho 11. Treinador: Édison Só.


24/fev - Domingo - Estádio Silvio Sales - 10:30hs

1x1

Capitão Vágner disse que faltou a p... da atitude!

Primeiro tempo equilibrado entre as equipes. A Ferroviária, como sempre, começou melhor mas no final o time da casa conseguiu equilibrar e até dominar as ações, mas Éder mostrou segurança.

No segundo tempo sim, a Ferrinha começou arrasadora e nos primeiros quinze minutos criou chances com Chimba e Cascata, que perderam um gol incrível. Anderson Carvalho deu uma cabeçada que acertou o travessão e caiu sobre a linha fazendo muita gente gritar gol. Mas aos 14 minutos Chimba fez jogada individual e bateu certeiro para inaugurar o placar. Carlos Rossi fez as três alterações no Grêmio, que assustou só aos 22 minutos. 

Vendo o crescimento do adversário com o recuo grená, Edison Só tirou Laertinho e Cascata para as entradas de Robson e Guilherme Alves. Não deu certo pois, através de um golaço, Marcelo empatou aos 30 minutos. A partir daí foi sufoco do time da casa, expulsão de Marcel e gol perdido por João Sales no último minuto de jogo. O ponto ganho foi lucro, pois segundo palavras do próprio capitão Vágner: "faltou a porra da atitude!...".

Grêmio Catanduvense de F 1x1 Ferroviária FSA

Série A2/2008 -1ª Fase - 9ª Rodada 

Data: Domingo, 24 de fevereiro de 2008, 10:30hs.

Local: Estádio Silvio Salles, Catanduva.

Renda: R$ 4.500,00

Público: 618 pagantes.

Árbitro: Claudinei Forati Silva.

Assistentes: Maurício Machado Ferronato e Eduardo de Jesus Conceição.

Cartões Amarelos: Diovani , João Sales, Rodrigo Alemão, Tarracha e Diego (GCF); Wilson (1º),  Anderson Carvalho (2º) e Paulo Henrique (2º) (AFE).

Cartão Vermelho: Marcel (AFE) (2º amarelo) aos 38min do segundo tempo.

Gols: Chimba (AFE) aos 13min e Marcelo (GCF) aos 30min da etapa final.

Faltas: 35. GCF-20; AFE-15.

Tempo de bola rolando: 55min. 1t-27min; 2t-28min.

Grêmio Catanduvense de F: Júlio César 1; Geovane 2, Matheus 3 (Samuel 14), Rodrigo Alemão 4 e Tarracha 6; Juari 5 (Geanderson 16), Claytinho 7 (Flávio 17), Diovani 8 e Marcelo 10; Diego 11 e João Sales 9. Treinador: Carlos Rossi.

Ferroviária FSA: Éder 1; Marcel 3, Anderson Carvalho 4 e Vágner 5; Paulo Henrique 2, Wilson 8, Laertinho 7 (Guilherme Alves 15), Cascata 10 (Robson 16) e Fernando 6; Fabinho  9 (André 14) e Chimba 11,. Treinador: Edison Só.  


Jogo-treino - 28/fev - Quinta-feira - Araraquara - 15hs

1x0

Treino para os que não saíram jogando contra o CAT

O Brasilis Futebol Clube Ltda., idealizado pelo ex-zagueiro Oscar Bernardi, mineiro de Monte Sião e que honrou e muito as camisas da Ponte Preta, São Paulo FC e Seleção Brasileira, tem por objetivo lucrar com a negociação de atletas, afinal é um clube-empresa. Preparação para a Segundona Paulista.

Data: Quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008, 15 hs.

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Gol: Zé Eduardo na primeira etapa.

Ferroviária FSA: Tuti; Tabarana (Edimar), Santiago, Fernando (Marcel) e Diego (Zé Luiz); Guilherme Alves, Wilson, Zaneti (Osny) (Robinson) e Robson; Zé Eduardo (Jonathan) e Leonardo (Marcelo Tevez).


2/fev - Sábado - Araraquara - 17hs

1x0

AFE vence o clássico e com terceira 

vitória seguida é líder na A2 

No primeiro tempo, a Ferroviária começou muito bem e com a torcida aplaudindo jogadas da equipe como há muito não se via na Fonte. Algumas oportunidades foram criadas mas sem o gol. 

O XV equilibrou as ações depois dos 20 minutos e passou a acreditar em suas forças, tanto que os primeiros cartões amarelos foram da AFE com André e depois Fabinho. Aí começaram os erros de passes e a partida caiu tecnicamente aliada ao forte calor na Fonte.

Na segunda etapa, Edison Só tirou um zagueiro e colocou o meia Robson, porém os alas não avançaram para tentar sufocar o forte sistema defensivo quinzista. Quando entraram Jonathan e Laerte para as saídas de Zé Luiz e Osny  e quando alguns já não acreditavam mais, Chimba foi derrubado na área. Pênalti que Fabinho converteu de maneira perfeita aos 38 minutos. 

Só a partir daí é que o XV quis alguma coisa no jogo, mas não deu. 

Pena que alguns ainda não aprenderam a torcer e passam a maior parte do tempo criticando, criticando, criticando...

Ferroviária FSA 1x0 EC XV de Novembro (Jaú )
Série A2/2008 -1a Fase - 4ª Rodada 
Data: 2 de fevereiro de 2008, sábado, 17 hs. 
Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara. 
Renda: R$ 17.695,00. 
Público: 2.158 pagantes. 
Árbitro: Marco Antonio de Oliveira Sá.  
Assistentes: Hilton Francisco de Melo e Alexandre Basílio Vasconcelos 
Cartões Amarelos: André (3º) e Fabinho (1º) (AFE). Dudu, Marcelinho e Cléber (XV). 
Gol: Fabinho (pênalti) aos 38min da etapa final. 
Faltas: AFE - 28; XV - 29. Total - 57. 
Tempo de bola rolando: 61min. 1t - 31min; 2t - 30min. 
Ferroviária FSA: Éder 1; André 2 (Robson 16), Marcel 3, Anderson Carvalho 4 e Zé Luiz 6 (Laertinho 17); Vagner  5, Fábio Duarte 7, Wilson 8 e Chimba 10; Osny 9 (Jonathan 18) e Fabinho 11. Treinador: Edison Só.  
EC XV de Jaú: Adilson 1; Marcelinho 2, Sandro 3 (Amarildo 14), Cléber 4 e Dudu 6; Marcelo Ramos 5, Gileno 7, Thiago Ometto 8 (Alex Peruíbe 16) e Leandro Miranda 10; Fabiano 11 (Anderson 17) e Gil 9. Treinador: Doriva Bueno.

13/fev - Quarta-feira - Araras - 19:30hs.

1x0

Ferrinha saiu atrás no primeiro tempo após perder penal

AFE começou no ataque assustando o time da casa e perdeu um pênalti logo aos 18, defendido por Carlos Carioca em chute de Fabinho. Continuou perdendo chances até levar o gol do União aos 35 minutos. Nesse equilíbrio teve uma bola na trave de cada lado até o final do primeiro tempo. O time foi até bem, mas levou o castigo. E ainda perdeu Anderson Carvalho contundido.

No segundo tempo as coisas foram mais equilibradas e as chances diminuíram devido à melhora na marcação. O time melhorou com alterações e passou a pressionar em busca do empate. O goleiro Carlos Carioca continuou fazendo sua parte e as chances foram perdidas, como no início do primeiro tempo.

No final todos foram unânimes. O time jogou bem, tanto é que Éder não se destacou como nas partidas anteriores salvando o gol grená, pelo contrário. O destaque do jogo foi o goleiro do União, que pegou até pênalti. Mas o que vale é bola na rede, como diria o eterno Ênio Rodrigues.

A série de vitórias do União São João sobre a Ferroviária ficou maior, ditando estatisticamente a freguesia afeana ao longo dos anos e das competições.

União São João EC 1x0 Ferroviária FSA

Série A2/2008 -1ª Fase - 6ª Rodada 

Data: Quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008, 19hs30min.

Local: Estádio Hermínio Ometto, Araras.

Renda: R$ 2.330,00.

Público: 386 pagantes.

Árbitro: Cristiano Luis Nalesso.

Assistentes: Alex Alexandrino e Fábio Luiz Freire.

Cartões Amarelos: Roberto Santos e Júnior Paulista (USJEC). André (1º,2ªS), Chimba (2º), Guilherme Alves (1º) e Marcel (1º) (AFE).

Cartão Vermelho: Marcos Basílio (USJEC) aos 40min do segundo tempo.

Gol: Michel aos 35 minutos do primeiro tempo. 

Faltas: USJEC - 20; AFE - 25. Total - 45.

Tempo de bola rolando: 59min10seg. 1t - 30min08seg; 2t – 29min02seg.

União São João EC: Carlos Carioca 1; Michel 2, Mauro 3, Júnior Paulista 4 e Arthur 6; Freire 5, Galego 7, Luan Henrique 8 (Marcos Bazilio 13) e Marlon 10 (Oliveira 14); Marcelo Toscano 11 e Roberto Santos 9 (Vander 15). Treinador: Luiz Carlos Ferreira.

Ferroviária FSA: Éder 1; André 2, Marcel 3, Anderson Carvalho 4 (Róbson 16) e Fernando Luiz 6; Vagner 5, Edimar 7 (Guilherme Alves 15), Wilson 8, e Chimba 10; Fabinho 11 e Osny 9 (Washington 18). Treinador: Edison Só.  


20/fev - Quarta-feira - Santo André - 20hs 

3x1

Time dominou mas atuação do árbitro foi decisiva

A Ferroviária foi melhor durante todo o jogo. No primeiro tempo tocava bem a bola e com passes rápidos sempre levava mais perigo que o Ramalhão. Logo aos seis minutos Osny proporcionou defesa de Neneca. A única jogada que mereceu destaque do time andreense foi justamente a do gol de abertura de contagem. Explorando as laterais, devido ao esquema 3-5-2 da Ferrinha, e com participação de quase todos os jogadores de meio-campo para frente, com toques envolventes de primeira, na cara de Éder, Jéferson concluiu. Um belo gol. Quem pensou que isso faria ruir o time grená se enganou. A Ferroviária continuou dominando e o Santo André só ia nos contra-ataques. Algumas chances foram criadas, mas rechaçadas pelo forte sistema de marcação do time da casa. Até que aos 40 minutos Laertinho fez justiça ao placar determinando o empate.

No segundo tempo Welington fez sua reestréia depois de três anos, e mesmo com o campo molhado em virtude da chuva que caiu durante meia hora, ele melhorou a velocidade e a qualidade do passe do meio-campo e voltamos a dominar e a criar chances de gol. Foi então que o protagonista da noite resolveu fazer seu grande número. Marcelinho Carioca? Não! O árbitro Marcelo Alfieri. Amarelou a retaguarda afeana ainda no primeiro tempo, e sempre fez vistas grossas aos jogadores do ABC. Logo aos cinco minutos o lateral-esquerdo Fernando Luiz levou o segundo amarelo de maneira absurda. Foi o divisor de águas. Campo molhado e sempre tendo o domínio de bola, a AFE sofreu um desgaste maior em campo. Principalmente na parte psicológica, pois o árbitro agia de maneira diferente com os atletas dos dois times. Zé Luiz entrou para reforçar a lateral e já foi amarelado na primeira jogada. Com tudo isso, o Santo André se aproveitou e fez mais dois gols, sempre em contra-ataques. Marcelinho Carioca teve uma atuação sofrível, mas mesmo assim foi dele o segundo gol, fazendo sua parte, pois contribui com o time do ABC apenas na experiência. Talvez os bastidores façam o resto!

EC Santo André 3x1 Ferroviária FSA

Série A2/2008 -1ª Fase - 8ª Rodada 

Data: Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008, 20hs.

Local: Estádio Bruno José Daniel, Santo André.

Renda: R$ 8.550,00

Público: 1.461 pagantes.

Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri.

Assistentes: João Paulo Spim Redondo e Luiz Antonio Corrêa.

Cartões amarelos: Jaílson, Jéferson e Marcelinho Carioca (ECSA). Róbson (1º), Paulo Henrique (1º), Marcel (2º), Laerte (2º), Zé Luiz (1º) (2ªS) e Welington (1º) (AFE).

Cartão vermelho: Fernando Luiz (AFE) (2º amarelo) aos 5min da etapa final.

Gols: Jéferson (ECSA) aos 21min e Laertinho (AFE) aos 40min do primeiro tempo. Marcelinho Carioca (ECSA) aos 23min e Márcio Mixirica (ECSA) aos 39min da etapa final.

Faltas: ECSA - 19; AFE - 18. Total - 37.

Tempo de bola rolando: 62min. 1t - 32min; 2t - 30min.

EC Santo André: Neneca 1; Alexandre 2, Luiz Henrique 3, Thiago Matias 4 e Jaílson 6; Fernando 5 (Élton 18), Pará 8 (Humberto 15), Marcelinho Carioca 7 e Jeferson 10 (Welington Amorin 14); Márcio Mixirica 9 e Juninho 11. Treinador: Fahel Júnior.

Ferroviária FSA: Éder 1; André 3, Marcel 4 e Vágner 5; Paulo Henrique 2, Wilson 7, Laerte 8 (Zé Eduardo 18), Róbson 10 (Welington 16) e Fernando Luiz 6; Osny 9 (Zé Luiz 14) e Fabinho 11. Treinador: Edison Só.


3/mar - Segunda-feira - São Carlos - 15hs

0x3

Treino para os que não saíram jogando contra o Olímpia

São Carlos FC 0x3 Ferroviária FSA

Jogo-treino

Data: Segunda-feira, 3 de março de 2008, 15 hs.

Local: Estádio Luiz Augusto de Oliveira, São Carlos.

Gols: Chimba no primeiro tempo, e Leonardo (2) na segunda etapa.

Equipes: n/d.


7/mar - Sexta-feira - Itápolis - 20:30hs

1x2

Vitória heróica no acanhado Estádio Picardão

 Uma vitória sensacional no acanhado estádio itapolitano. O time havia treinado num campo de dimensões reduzidas para dar exatamente ao grupo as mesmas condições que seriam enfrentadas no Picardão. Não deu outra. Após um começo muito bom, a AFE saiu na frente, e novamente encontrou uma arbitragem hostil. 

Depois de um arrefecimento no ritmo de jogo, permitiu ao Oeste dominar a partida e pressionar em busca do gol de empate. Éder, num raro momento, precipitou-se na saída de bola e colaborou para o empate. O estreante George acabou levando o segundo cartão amarelo, e ficamos com dez já na primeira etapa. 

Mas foi um segundo tempo heróico para o onze grená, que conseguiu equilibrar os nervos e com soberba atuação de Vagner, conseguiu através dele o gol da vitória. Uma boa jogada de Fabinho pela direita resultou num cruzamento onde o capitão subiu de maneira empolgante e, de cabeça, deu números finais ao jogo.

Oeste FC 1x2 Ferroviária FSA 
Série A2/2008 -1ª Fase - 12ª Rodada  
Data: Sexta-feira, 7 de março de 2008, 20:30hs.  
Local: Estádio Ildenor Picardi Semeghine, Itápolis. 
Renda: R$ 425,00. 
Público: 85 pagantes. 
Árbitro: Edson Reis Pavani Junior. 
Assistentes: Marcos Joel Alves e Daniel Paulo Ziolli. 
Cartões Amarelos: Felipe (OFC); Chimba (1º-2ªS), Fabinho (1º-2ªS), André (1º-3ªS), Marcel (3º), Éder (1º) e Fernando (1º)(AFE). 
Cartão Vermelho: George (AFE) (2º amarelo) aos 39min da primeira etapa. 
Gols: Osny (AFE) aos 11min e Luisinho (OFC) aos 34min do primeiro tempo. Vagner (AFE) aos 36min da etapa complementar. 
Faltas: 47. OFC - 17; AFE - 30. 
Tempo de bola rolando: 59min. 1T-29min; 2T-30min. 
Oeste FC: Glédson 1; Adelmo 3 (Cortez 18), Samuel 4 (Juca 13) e Max 5; Alex Sandro 2, Felipe 7 (Marcelo Peabiru 16), Silas 8, Luisinho Vieira 10 e Rafael Fusca 6; Luisinho 9 e Mazinho 11. Treinador: Roberto Fonseca.
Ferroviária FSA: Éder 1; Paulo Henrique 2, André 3, Marcel 4 e George 6; Vagner 5, Welington 8 (Tabarana 16), Chimba 7 (Fernando 14) e Cascata 10; Osny 9 (Zé Eduardo 18) e Fabinho 11. Treinador: Edison Só.


15/mar - Sábado - Araraquara - 16 hs

1x1

Jogo duro em casa com empate conquistado no final

A surpresa foi a entrada de Tuti em lugar de Éder no gol grená. Jogo equilibrado no início do primeiro tempo. O Galo começou perigoso nos contra-ataques, pois o sistema de marcação afeano com três meias ofensivos, era inferior ao do time sorocabano.

O árbitro já conseguiu "causar" aos 15 minutos, quando não deu um escanteio escandaloso para a AFE. Não demorou para levarmos o gol aos 20 minutos em jogada rápida pelo setor esquerdo grená, onde Thiago serviu Júlio Madureira, que comemorou bastante, com duplo mortal e tudo. A resposta grená veio aos 23, quando Marcelo Tevez acertou a trave. Cascata quase empatou aos 35, quando Buzzeto cedeu escanteio. O Galo quase aumentou antes dos 40 minutos pois era terrivelmente perigoso nos contragolpes. Metemos uma bola na trave aos 42 com Marcel, mas não deu para empatar.

No segundo tempo as coisas se mantiveram. Se a AFE meteu duas bolas na trave no primeiro tempo, as oportunidades de gols se intercalaram. Luciano perdeu a chance de ampliar aos 13 minutos e Zé Eduardo desperdiçou aos 30. Se Gilberto, que havia acabado de entrar, perdeu o segundo aos 38, quando Tuti apareceu bem e espalmou a córner, Marcelo Tevez conseguiu o empate aos 40, em jogada de recuperação de bola de Cascata. 

A arbitragem não comprometeu, mas não conseguiu manter o controle do jogo e deixou a partida tensa, com todos querendo apitar. No fim, o cansaço.

Ferroviária FSA 1x1 Atlético Sorocaba

Série A2/2008 -1ª Fase - 14ª Rodada 

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Data: Sábado, 15 de março de 2008, 16hs.

Renda: R$ 18.870,00.

Público: 2.298 pagantes.

Árbitro: Alexandre Augusto Silva Costa.

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Eduardo Vequi Marciano.

Cartões Amarelos: Laertinho (2º-2ªs), André (2º-3ªS) e Chimba (2º-2ªs) (AFE); Joel, Luciano Gigante, Leandro Diniz e Nata (AS).

Cartão Vermelho: Paulo Roberto (Treinador do AS) aos 46min da segunda etapa por reclamação.

Gols: Júlio Madureira (AS) aos 20min da primeira etapa e Marcelo Tevez (AFE) aos 40min da etapa complementar.

Tempo de bola rolando: 59min. 1t-30min; 2t-29min.

Faltas: 40. AFE-19; AS-21.

Ferroviária FSA: Tuti 1; Paulo Henrique 2, André 3, Marcel 4 e Fernando Luís 6 (Gerônimo 15); Vágner 5, Laertinho 7 (Chimba 17), Welington 8 e Cascata 10; Osny 9 (Zé Eduardo 18) e Marcelo Teves 11. Treinador: Edison Só.

Atlético Sorocaba: Buzzeto 12; Thiago 2, Joel 3, Alemão 4 e Marcelo Cordeiro 6; Vanderson 7, Nata 5, Givanildo 8 (Batata 15) e Leandro Diniz 10 (Alexandre 16); Luciano Gigante 11 e Julio Madureira 9 (Gilberto 18). Treinador: Paulo Roberto. 

27/fev - Quarta-feira - Araraquara - 20:00hs

3x2

AFE vira, leva gol de pênalti no final, mas fica firme no G8

O jogo foi difícil, como tem sido todos até agora na A2. A Ferrinha vinha de 6 jogos fora de casa em nove rodadas, e enfrentava o estigma de não jogar bem na Fonte. Foi derrota na estréia contra o São Bento, vitória magra contra o Galo da Comarca, e aquele sufoco contra o Bafo, quando venceu por 3x1, após levar o gol de empate aos 45 do segundo tempo.

E foi assim outra vez. O time toca bem a bola, varia as jogadas pelas laterais, embora seus alas ainda não tem correspondido, e peca nas finalizações. Esse tem sido nosso principal problema. Por mais que as oportunidades sejam criadas, na hora de empurrar para as redes a coisa emperra.

O time veio de alterações tais como Cascata e Welington desde o início, Marcel cumprindo suspensão na zaga e Chimba adiantado como segundo atacante no lugar de Osny, mas passou em branco na primeira etapa.

O pior então aconteceu. Logo no início do segundo tempo levou o gol do CAT, e enervou ainda mais a torcida presente no estádio grená. A sorte é que Fabinho, sempre ele, deu o troco logo aos 12 minutos, dando um pouco mais de tranqüilidade ao time comandado por Edison Só.

Mas aí veio a estrela de Marcelo Tevez. O "Moço de Campo Grande" como diria o saudoso Fiori Giglioti, entrou em campo iluminado aos 36 minutos e, em sete minutos de presença em campo virou o jogo para a AFE fazendo dois gols. 

Ainda haveria de ter outro susto no penal cometido pela defesa grená e convertido pelo CAT nos estertores da partida. 

Mas já era tarde! Nada poderia ofuscar a estrela do garoto Marcelo.

Ferroviária FSA 3x2 CA Taquaritinga

Série A2/2008 -1ª Fase - 10ª Rodada 

Data: Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008, 20 hs.

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Renda: R$ 15.650,00

Público: 1.957 pagantes.

Árbitro: Paulo Roberto de Souza Júnior.

Assistentes: Marcelino Tomaz de Brito Neto e José Renato Cabral.

Cartões Amarelos: Douglas Alvarenga, Steve, Rodrigo Goiano e George (CAT); Fabinho (3º), Marcelo Tevez (2º) e André (3º - 2ªS) (AFE).

Gols: Lelo (CAT) aos 3min, Fabinho (AFE) aos 12min, Marcelo Tevez (AFE) aos 38min e aos 43min, Junai (CAT) (pênalti) aos 48min do segundo tempo.

Faltas: 36. AFE-17; CAT-19.

Tempo de bola rolando: 55min56seg. 1T-27min42seg; 2T-28min14seg.

Ferroviária FSA: Éder 1; André 3, Anderson Carvalho 4 e Vagner 5; Paulo Henrique 2 (Marcelo Tevez 17), Laertinho 7, Welington 8, Cascata 10 e Fernando Luiz 6 (Fernando 13); Chimba 11 (Osny 18) e Fabinho 9. Treinador: Édison Só.

CA Taquaritinga: Steve 1; Douglas Alvarenga 2 (Jaú 16), George 3, Bruno Porto 4 e Mateus 6; Alexandre 5, Maurício 7, Junai 8 e Canela 10 (Eduardo 14); Luís Carlos 9 (Lelo 17) e Rodrigo Goiano 11. Treinador: Michael Robin.


1/mar - Sábado - Araraquara - 19hs

5x0

Time aproveitou-se da fragilidade 

Para arrasar adversário na Fonte Luminosa

O primeiro tempo foi fácil. Com jogadas rápidas pelas pontas, principalmente pelo lado direito, com Welington, Paulo Henrique e Laertinho explorando as deficiências do setor esquerdo do Olímpia, que a AFE simplesmente passou por cima do time celeste de Olímpia.

Aliás, Laertinho foi o grande destaque da primeira etapa pois, além de finalizar por várias vezes, participou das jogadas de velocidade pelo setor direito e deu um lençol no goleiro para o gol de Osny. Não faltou também uma grande defesa de Éder em falta chutada por Rafa aos 23 minutos e a estrela de Marelo Tevez que, para variar, fez o seu.

No segundo tempo não foi diferente. Logo aos 15 segundos Osny perdeu chance após mais uma estocada de Laertinho pelo setor direito, aproveitando falha bisonha do time azul. Marcelo Tevez bateu sua cota de dois por jogo logo aos 14 minutos e pôs o 4 no placar aproveitando mais uma falha da zaga do Olímpia.

Róbson entrou em lugar do infernal Laertinho e logo aos 16 quase faz o seu, mas seria contemplado logo. Zé Eduardo, que entrou em lugar de Marcelo Tevez fez excelente jogada pela direita e abdicou de fazer o gol, assim como Osny, que tocou com açúcar para Robson fechar o placar.

Em momento nenhum da partida a Ferroviária relaxou seu sistema de marcação onde Marcel se destacou, fazendo uma grande partida. Pena que saiu de campo aos 31 minutos de maca. 

Todo o time grená se destacou em campo pela aplicação. Cascata foi bem mesmo sem ritmo ainda. Os alas funcionaram e as finalizações foram certeiras. Se isso não subir para alguns e mantiverem a seriedade e humildade no decorrer da competição teremos um futuro promissor pela frente.

Ferroviária FSA 5x0 Olímpia FC

Série A2/2008 -1ª Fase - 11ª Rodada 

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Data: Sábado, 1º de março de 2008, 19hs.

Renda: R$ 16.210,00

Público: 2.034 pagantes.

Árbitro: Waldemar Barufi Junior.

Assistentes: David Botelho Barbosa e Luís Alexandre Nilsen.

Cartões Amarelos: Anderson Carvalho (3º), Laertinho (3º) e Marcelo Tevez (3º) (AFE). Rodrigo Calchi, Rafinha, Wilson, Rafa e Fernando (OFC).

Cartão Vermelho: Wilson (OFC) por reclamação aos 23min do segundo tempo.

Gols: Laertinho aos 20min, Osny aos 28min e Marcelo Tevez aos 30min do primeiro tempo. Marcelo Tevez aos 14min e Robson aos 19min da etapa final.

Faltas: 40. AFE-25; OFC-15.

Tempo de bola rolando: 55min56seg. 1T-31min47seg; 2T-33min26seg.

Ferroviária FSA: Éder 1; Marcel 3 (Santiago 13), Anderson Carvalho 4 e Vagner 5; Paulo Henrique 2, Welington 8, Laertinho 7 (Robson 17), Cascata 10 e Fernando Luís 6; Osny 9 e Marcelo Tevez 11 (Zé Eduardo 18). Treinador: Edison Só.

Olímpia FC: Rodrigo Calchi 1; André Oliveira 5, Wilson 3 e Wesley 4; Rafinha 2 (Thiago Furlan 17), Roberto 7, Vieira 8, Moretto 10 (Fernando 16) e Rafa 6; Rafael Aidar 11 (Elias Negão 15) e Carlos Henrique 9. Treinador: João Valim.


12/mar - Quarta-feira - Araraquara - 20 hs

2x2

Ferroviária desperdiça vitória no final e quase perde

O primeiro tempo foi equilibrado com forte marcação do time adversário, que aproveitou as laterais em velocidade nos contra-ataques. Numa jogada de Fernando Luís pela esquerda, o meio-campo Goiano tentou cortar e empurrou para suas próprias redes.

Nem deu tempo para a galera grená comemorar e Tupã empatou para o Atlético. As chances foram se intercalando sem nenhuma supremacia por parte de nenhuma agremiação. Arbitragem severa equilibrou também a distribuição de cartões.

Fabinho perdeu gol logo no início do segundo tempo, quando Edison Só pediu mais movimentação dos meias Cascata e Laertinho, muito marcados pelo esquema defensivo de Catanoce. Isso acordou a galera que sentiu o time mais atuante em campo. Jogada ensaiada resultou no gol de Osny. Na seqüência Cascata entrou sozinho e foi derrubado na entrada da área pelo goleiro do Atlético, que foi expulso. 

Seguiu-se o equilíbrio com o AMA sempre perigoso nos contra-ataques pelas laterais. Osny perdeu grande oportunidade para ampliar aos 36 minutos, e Laertinho, aos 38, também desperdiçou. No revide, Goiano empatou em cobrança de falta. 

Éder ainda salvou o gol da virada depois de lambança de André. Continuou tomando sufoco e quase levou gol olímpico que bateu na trave. Ufa!

Ferroviária FSA 2x2 A Monte Azul

Série A2/2008 -1ª Fase - 13ª Rodada 

Data: Quarta-feira, 12 de março de 2008, 20hs.

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Renda: R$ 17.645,00.

Público: 2.136 pagantes.

Árbitro: Mauricio Antonio Fioretti.

Assistentes: Émerson Augusto de Carvalho e Paulo Roberto de Almeida.

Cartões Amarelos: Cascata (1º), Laertinho (1º-2ªS), Welington (2º) e Fernando (AFE)(2º); Márcio Santos, Di e Kim (AMA).

Cartão Vermelho: Márcio Pintinho (AMA) aos 9 minutos da etapa final.

Gols: Goiano (AMA) (contra) aos 21min e Tupã (AMA) aos 23min do primeiro tempo. Osny (AFE) aos 7min e Goiano (AMA) (falta) aos 40min da etapa final.

Faltas: 46. AFE - 19; AMA - 27.

Tempo de bola rolando: 56min. 1T-28min; 2T-28min.

Ferroviária FSA: Éder 1; Paulo Henrique 2, André 3, Anderson Carvalho 4 (Fernando 14) e Fernando Luiz 6; Vagner 5, Laertinho 7, Welington 8 e Cascata 10 (Chimba 16); Osny 9 e Fabinho 11 (Marcelo Tevez 17). Treinador: Edison Só.

A Monte Azul: Márcio Pintinho 1; Di 2, Márcio Santos 3 (Juliano César 17), Alex Paschoal 4 e Thiago Amaral 6; Marcio Garcia 5, Kim 7, Goiano 8 e Tupã 10 (Nenê 16); Paulo Craus 9 (Ronaldo 12) e Maranhão 11. Treinador: Paulo César Catanoce.


Começava então a derrocada que culminaria com a demissão de Edison Só. O grupo já dava mostras nítidas de rachaduras, com uma queda de rendimento gritante. Enfrentando as equipes mais frágeis da competição, não conseguia mais impor um jogo organizado, e expondo a defesa em contra-ataques, consagrava a cada partida o goleiro Éder.

E justamente Éder foi sacado do time antes da difícil partida contra o Atlético Sorocaba, um dos líderes até então. A entrada de Tuti teria sido avalizada pelo treinador de goleiros Narciso, e teria sido a gota d'água do racha entre Comissão Técnica e atletas.


17/mar - Segunda-feira à tarde- Taquaritinga

0x3

Primeiro Tempo

0x2

Segundo Tempo

Jogo-treino para os jogadores da Ferroviária que não participaram do jogo de sábado na Fonte Luminosa, válido pela 14ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2 de 2008, e que terminou empatado em 1x1 contra o Atlético Sorocaba. O treinador afeano faz rotina entre o grupo, dando treinamento em nível competitivo para os atletas que não participam dos 90 minutos. Nesta data tivemos um adversário em cada tempo de jogo. 

A equipe secundária do CA Taquaritinga, que também disputa a Série A2 foi batida nos primeiros 45 minutos pelo placar de 3x0. Na segunda etapa, o Comercial EC de Registro, que por razões econômicas, foi "adotado" pela cidade de Monte Alto para disputar a Segunda Divisão (4ª nível de competição do futebol paulista de profissionais) foi derrotada por 2x0.

Jogo-Treino

Data: Segunda-feira, 17 de março de 2008, 15 hs.

Local: Estádio Adail Nunes da Silva, Taquarão, Taquaritinga.

1º Tempo: CA Taquaritinga 0x3 Ferroviária FSA

Gols: Jonas ( pênalti), Róbson e Rafael Rocha ( de cabeça).

2º Tempo: Comercial EC RG (Monte Alto) 0x2 Ferroviária FSA

Gols: Zé Eduardo e Chimba (gol de letra).

Ferroviária FSA: Éder (Guilherme); Gerônimo, Fernando, Santiago e George (Zé Luiz); Rafael Rocha, Guilherme Alves, Jonas e Robson (Zanetti); Chimba e Zé Eduardo. Treinador: Edison Só.


19/mar - Quarta-feira - Limeira - 20:30 hs

1x1

Jogo complicado que mostrou fragilidade do grupo afeano 

O primeiro tempo não foi bom. A Ferrinha se complicou com o campo e o time de Limeira que, antes de atacar, ficou cautelosa para jogar no erro afeano, assumindo assim a inferioridade que ostenta na competição. Aos poucos, como não sentiu a pressão do time grená, foi tomando coragem e chegou com perigo algumas vezes. 

Zé Luiz perdeu gol incrível aos 25 minutos em enfiada precisa de Cascata. Tuti assustou em defesa em dois tempos aos 33 minutos em chute de Emerson. A seguir Maranhão abriu o placar de cabeça. Dada a saída e quase a Inter amplia, em nova pane da zaga grená, totalmente exposta, devido à falta de entrosamento na marcação do meio-campo. A entrada de Rafael Rocha como segundo volante de marcação não atendeu às expectativas e a Inter saiu em vantagem, após perder várias oportunidades de aumentar o marcador.

Edison Só fez duas alterações no sistema ofensivo no intervalo e a Ferrinha perdeu três chances de empatar antes dos cinco minutos. A resposta do time da casa veio só depois dos 9 minutos, e por duas vezes, quase ampliou, equilibrando as ações. O golaço de Vágner aos 17 minutos repetindo a impulsão mostrada em Itápolis, parecia que devolveria a confiança ao grupo. Chimba complicou tudo outra vez tomando o segundo amarelo na metade do segundo tempo, reequilibrando as coisas. 

Edison Só foi obrigado a retirar Zé Eduardo para recompor o meio-campo com a entrada de Guilherme Alves. O time se encolheu a partir daí e passou a se defender, tomando sufoco do medíocre time do Leão de Limeira. O empate nos deixa ainda no G8, mas acendeu a luz amarela.

AA Internacional (Limeira) 1x1 Ferroviária FSA
Série A2/2008 - 1ª Fase - 15ª Rodada
Local: Estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira.
Data: 19 de março de 2008, quarta-feira, 20hs30min.
Renda: R$ 1.375,00.
Público: 183 pagantes.
Árbitro: Anselmo da Costa.
Assistentes: Luiz Henrique Ramos da Silva e Cássio Maia Almeida.
Cartões Amarelos: Emerson (AAI); André (3º-3ªS), Marcelo Tevez (1º-2ªS), Fabinho (2º-2ªS) e Guilherme Alves (2º)(AFE).
Cartão Vermelho: Chimba (AFE) (2º amarelo) aos 23min da etapa complementar.
Gols: Maranhão (AAI) aos 35min do primeiro tempo e Vagner (AFE) aos 17min da etapa final.
Tempo de bola rolando: 64min. 1t-31min; 2t-33min.
Faltas: 30. AAI-10; AFE-20.
AA Internacional: Fernando 1; Paulinho 2, Lucas 3, Vinícius 4 e Gabriel 6; Washington 5, Marcelo Paulista 7, Wellington 8 (Dê 15) e Maranhão 10 (Bile 18); Émerson 9 e Ricardo 11 (Edgard 17). Treinador: Valdir Peres.
Ferroviária FSA: Tuti 1; Paulo Henrique 2, Santiago 3, André 4 e Zé Luís 6; Vagner 5, Rafael Rocha 7, Welington 8 (Chimba 16) e Cascata 10; Fabinho 9 e Marcelo Tevez 11 (Zé Eduardo 17) (Guilherme Alves 15). Treinador: Edison Só.

22/mar - Sábado - S.J. do Rio Preto - 16hs

2x0

Vergonhosa derrota de um time que não jogou nada

O América chegou 49 segundos com Éder, que acertou a rede pelo lado de fora, depois só deu Ferroviária, com oportunidades perdidas por Laertinho aos 4 e aos 5, e Gerônimo aos 6. Aos 12 minutos, de bola parada, Diego Santos não concluiu e o América quase abriu o placar. A partir daí houve equilíbrio e o Rubro quase chegou lá em nova jogada de bola parada aos 17. Lances de perigo só aos 26 minutos em duas chances que saíram dos pés de Cascata. A primeira de bola parada na cabeça de Vagner e depois para a entrada em velocidade de Gerônimo que bateu muito fraco. Só dava Ferrinha e aos 30, Fabinho e Osny hesitaram, perdendo grande chance. Aos 32 foi o goleiro americano que salvou nos pés de Cascata. O Rubro assustou de novo só depois dos 35, por duas vezes, e aos 37 reclamou penalidade quando Diego Martins foi empurrado na área.

No segundo tempo, Fabinho perdeu a bola no ataque e o América, no contra-golpe, abriu o marcador com o lateral Vina, logo aos 4 minutos. O time parece que estava em pane e quase tomou o segundo. Jogadores importantes como Fabinho e Vagner cometiam erros primários, demonstrando a total intranqüilidade do grupo. Isso ficou evidente aos 11 minutos, com a expulsão de Santiago, que nem amarelo levou. Edison Só fez três alterações. Só aos 36 minutos a Ferroviária criou uma chance clara de gol com Jonas, que propiciou excelente defesa ao goleiro rubro. Aos 32 minutos Paulista ampliou o marcador evidenciando uma total falta de espírito de equipe por parte da esquadra grená. Mais uma prova Osny deu aos 37, quando parece que não quis fazer o gol. O time caiu tanto de rendimento na competição que nos deu a entender uma única coisa. Eles queriam algo, porém não queriam mais vencer.

América FC 2x0 Ferroviária FSA
Paulista Série A2/2008 - 1ª Fase - 16ª Rodada
Data: 22 de março de 2008, sábado, 16hs.

Local: Estádio Benedito Teixeira, São José do Rio Preto.
Renda: R$ 1.080,00

Público: 167 pagantes.
Árbitro: Juliano Basalia Pereira.
Assistentes: Marcelo Zamian de Barros. e Maurício Diacov.
Cartões Amarelos: Macalé e Vina (AFC). Jonas (1º) e Tuti (1º)(AFE)
Cartão Vermelho: Santiago (AFE)(vermelho direto) aos 11min da etapa final.
Gols: Vina aos 4min e Paulista aos 32min da etapa complementar.

Faltas: AFC-18; AFE-19. Total: 37. 

Tempo de bola em jogo: 63min. 1t-32min; 2t-31min.

América FC: Alexandre Villa; Vina, Ari, Macalé e Nelsinho; Diego Santos, Jéferson, Diego Martins e Paulista (Márcio Goiano); Alisson (Cristiano) e Éder (Felipe). Treinador: Varlei de Carvalho.
Ferroviária FSA: Tuti; Gerônimo, Santiago, Fernando e Zé Luís; Vagner, Rafael Rocha (Guilherme Alves), Laertinho (Jonas) e Cascata; Osni e Fabinho (Marcelo Tevez). Treinador: Edison Só.

OBS: O treinador Edison Só foi demitido no dia seguinte


26/mar - Quarta-feira - Araraquara - 20hs

2x0

novo treinador inicia com vitória e dois golaços

Aos 6 minutos Chimba cruzou para Fabinho quase abrir o placar de bate pronto. Aos 12, Cascata bateu colocado para defesa do goleira da Briosa. Logo aos 13 minutos Chimba já levou o amarelo, tentando fazer o que não sabe, marcar. Fica de fora da partida contra o Mogi Mirim. A Portuguesinha, bem armada no setor de marcação dificultava as coisas para a AFE, impacientando a torcida grená que marcava impiedosamente Welington, punido recentemente pela Diretoria da S/A. 
O gol só saiu no finalzinho, aos 41 minutos, dando uma perspectiva de abrir o jogo por parte da Lusa das praias na segunda etapa. Mais uma vez a jogada foi construída pela ala esquerda com o sempre eficiente Fernando Luís.

A Briosa voltou melhor e fez com que a AFE recuasse um pouco nos primeiros 10 minutos. Cascata, meio apagado no jogo, acordou e começou jogada que terminou com a conclusão do ala direito Gerônimo, ampliando o marcador aos 11. Aos 19, nova jogada com Gerônimo e Fabinho, para a conclusão de Cascata, que quase faz o terceiro. O treinador santista trocou um zagueiro por um atacante bem na hora em que perdeu um homem de meio-campo, expulso. No tudo ou nada, a Briosa foi para cima e se abriu lá atrás. Chimba arrumou outra oportunidade aos 32, que Fabinho não aproveitou. Aos 37 ataque rápido iniciado por Cascata e Jonas perdeu nova chance.

Primeira vitória no jogo de estréia de Luiz Carlos Ferreira, que viu dois golaços de seus novos comandados.

Ferroviária FSA 2x0 AA Portuguesa Santista

A2/2008 - 1ª Fase - 17ª Rodada

Data: 26 de março de 2008, quarta-feira, 20hs.

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.

Renda: R$ 12.040,00

Público: 1.424 pagantes.

Árbitro: Leonardo Ferreira Lima.

Assitentes: Newton dos Reis Barreira e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo.

Cartões Amarelos: Chimba (3º), Vágner (3º), Fernando Luís (1º) e Jonas (2º)(AFE); Souza e Flávio (AAP).

Cartão Vermelho: Cacá (segundo amarelo) aos 20min da etapa final.

Gols: Chimba aos 41min do primeiro tempo. Gerônimo aos 11min da etapa complementar.

Faltas: AFE-21; AAP-16. Total: 37. 

Tempo de bola em jogo: 58min07seg. 1t-30min02seg; 2t-28min05seg.

Ferroviária FSA: Tuti 1; Gerônimo 2, André 3, Fernando 4 e Fernando Luís 6; Rafael Rocha 7, Vagner 5 (Marcelo Tevez 17), Welington 8 e Cascata 10; Chimba 11 (Jonas 16) e Fabinho 9 (Osny 18). Treinador: Luiz Carlos Ferreira.

AA Portuguesa Santista: Kiko 1; Leandro Vieira 2, Souza 3 (Wendell 18), Alcir 4 e Dener 6; Vinícius 5, Cacá 7, Adilson 8 (Adams 14) e Edson Souza 10; Caconde 9 (Flávio 17) e Gabriel 11. Treinador: Vaguinho Dias.


4/abr - Sexta-feira - Américo Brasiliense - 9hs

0x0

Jogo-treino antes da inter-temporada para o Quadrangular

O treinador Luiz Carlos Ferreira utilizou duas formações diferentes nos dois tempos de jogo. No primeiro, o esquema com três zagueiros, e depois com o tradicional 4-4-2. Retorno dos zagueiros Marcel, Fábio Duarte e Anderson Carvalho, que estavam machucados. Opções importantes para o quadrangular. O Américo Esporte Limitada treinou sua equipe para a estréia na Segunda Divisão paulista (4ª) em seu primeiro ano de vida.
A primeira partida de uma rivalidade que se inicia entre times de cidades irmãs.

Américo Esporte Ltda 0x0 Ferroviária FSA
Jogo-Treino

Data: Sexta-feira, 4 de abril de 2008, 9 hs.

Local: Estádio Joaquim Justo, Américo Brasiliense.

Cartões Amarelos: Bruno e Ednilton (AEL). Marcelo e Santiago (AFE).
Américo EL: Milton; Joel, Alex, Bruno e Ednilton; Perdigão, Fernando, Robinho e Robson; Daniel e Toninho. Treinador: Ricardo Oliveira.
Ferroviária FSA: Tuti (Éder); André (Santiago), Marcel (Jonathan) e Anderson Carvalho (Fernando); Paulo Henrique (Fábio Duarte), Rafael Rocha (Tabarana), Jonas, George (Abuda) (Guilherme Alves) e Zé Luiz (Fernando Luís); Robson (Laertinho) e Marcelo. Treinador: Luiz Carlos Ferreira.

27/mar - Quinta-feira - Leme

1x1

primeiro jogo-treino de ferreira para conhecer o grupo

Uma prática iniciada pela Comissão Técnica anterior que serviu para o novo treinador avaliar atletas que não participaram na íntegra da partida da rodada anterior da competição.

CA Lemense 1x1 Ferroviária FSA

Jogo-treino

Data: Quinta-feira, 27 de março de 2008.

Local: Estádio Bruno Lazarini, Leme.

Gol: Jonas (pênalti) na primeira etapa.

CA Lemense: n/d.

Ferroviária FSA: Éder (Guilherme); Paulo Henrique, Alan*, Santiago e  Zé Luiz (George); Guilherme Alves (Reinaldo*), Zanetti (Jucimar*), Laertinho (Robson) e Jonas; Jonathan (Robinson) e Osny. Treinador: Luiz Carlos Ferreira.

* - Atletas Juniores.


30/mar - domingo - Araraquara - 15hs

0x0

AFE classificada com empate em casa e derrotas de RIVAIS

Logo aos 8 minutos Gerônimo finalizou e agradou a galera grená. Aos 12 Fabinho tentou de puxeta e quase fez. Aos 20, a Fonte gritou gol com jogada de Marcelo Tevez tabelando com Fabinho, mas só raspou a trave. Aos 26, primeira grande chance do Mogi Mirim, em falta cobrada que desviou no ataque. Tuti salvou no reflexo o gol do Sapão.

Aos 36, Tuti se confundiu com a zaga e o Mogi perdeu o gol de abertura. Já era visível o domínio do Sapão, que aproveitava a exposição da zaga grená por falta de marcação de seu meio de campo. Welington, displicente em duas ocasiões, poderia ter concluído ou servido companheiro melhor posicionado. Aos 45, Cascata acordou e quase abre o placar. O time depende muito dos lampejos dele, que é um jogador diferenciado no elenco grená.

No intervalo, Ferreira fez uma alteração inexplicável trocando Fernando Luís, para por o ala direito Paulo Henrique na esquerda. A exposição no meio-campo continuou pois Cascata executava a função de segundo volante. Muito equilíbrio até 10 minutos, quando Gerônimo armou jogada que quase deu em gol. A torcida já reclamava bastante do rendimento do time, principalmente de Fabinho, que acabou saindo para a entrada de Osny. Este quase marca de cabeça aos 21, em nova jogada de Gerônimo, a única opção de ataque do time após a saída de Fernando Luís. Marcelo Tevez foi derrubado na área aos 23, mas o árbitro não deu o pênalti.

Aos 34, a zaga do Mogi aliviou na trave e quase sai um gol contra. 
O Sapão quase chegou por duas vezes, aos 38 e aos 40, numa delas Tuti quase foi surpreendido em jogada de bola parada. Equilíbrio, empate e as duas equipes classificadas.

Ferroviária FSA 0x0 Mogi Mirim EC
A2/2008 - 1ª Fase - 18ª Rodada
Data: 30 de março de 2008, domingo, 15hs.
Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.
Renda: R$ 19.615,00.

Público: 2.415 pagantes.

Árbitro: Robinson José Andréa de Góes.
Assistentes: Junivan Rodrigues de Sousa e Wendel Almeida da Silva.

Cartões Amarelos: Fernando Luís (2º) e Cascata (2º) e Welington (3º) (AFE); Gil, Edson Rocha e Eduardo (MMEC).

Faltas: AFE-15; MMEC-14. Total: 29. 

Tempo de bola em jogo: 60min. 1t-29min; 2t-31min.

Ferroviária FSA: Tuti 1; André 3, Santiago 4 e Fernando 7; Gerônimo 2, Rafael Rocha 5, Welington 8, Cascata 10 e Fernando Luís 6 (Paulo Henrique 16); Fabinho 9 (Osny 18) e Marcelo Tevez 11 (Jonas 15). Treinador: Luiz Carlos Ferreira.

Mogi Mirim EC: Fernando 1; Edson Rocha 3, Eduardo 4 e Evilar 5; Da Silva 2, Diogo Brito 6, Gil 7, Aílton 8 (Renan 14) e Diego Recife 10 (Cristian 18); Robert 9 (Evandro 17) e Lins 11. Treinador: Argel.


6/abr - Domingo - Birigui - 16hs

2x3

AFE vira o jogo e rebaixa bandeirante para a a3

Foi um jogo imprevisível. O time da casa foi para cima e acuou a Ferrinha, pois precisava do resultado para escapar do rebaixamento. O time grená tinha de volta os zagueiros titulares após contusões e precisavam pegar ritmo de jogo. 

No meio de campo, Ferreira fez algumas improvisações com três laterais/alas: Fernando Luís de segundo volante, Zé Luís na esquerda e Paulo Henrique na direita. Cascata deu lugar a Jonas e Robson foi o segundo atacante ao lado de Marcelo. A AFE não se achou em campo e o time da casa saiu na frente, animando a pequena torcida que acreditava que dava para escapar da degola.

No segundo tempo Ferreirão inventou outra vez! Tirou o volante Rafael Rocha para a entrada do meia Laertinho. George substituiu Fernando Luís e Jonathan entrou no lugar do insosso Robson. O time foi outro, dominou as ações, empatou, levou o segundo quando era melhor em campo, e teve forças para virar, tampando o caixão do tricolor de Birigui, para espanto e desespero da galera local.

Mais uma vitória do incrível Luiz Carlos Ferreira, que viu dois golaços de Marcelo Tevez e Marcel, e uma inteligente cobrança de falta de George, que bateu rasteiro enganando todos aqueles que esperavam a bola por cima da barreira. 

Bandeirante EC 2x3 Ferroviária FSA
A2/2008
- 1ª Fase - Última Rodada
Data: 6 de abril de 2008, domingo, 16hs.
Local: Estádio Pedro Marin Berbel, em Birigüi. 
Renda: R$ 1.980,00.

Público: 320 pagantes.

Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado.

Assistentes: Marinaldo Silvério e Antonio Prazeres de Barros.

Cartões Amarelos: Guim e Branco (BEC); André (AFE).

Cartão Vermelho: Moreira (BEC) (2º amarelo) aos 36min do segundo tempo.

Gols: Marcos Dobrada (BEC) aos 29min do primeiro tempo. Marcelo Tevez (AFE) aos 10min, Wellington (BEC) aos 17min, Marcel (AFE) aos 33min e George (AFE) (falta) aos 37min da etapa complementar.
Faltas: BEC-23; AFE-24. Total: 47. 

Tempo de bola em jogo: 61min. 1t-30min; 2t-31min.

Bandeirante EC: 1 Alexandre; 2 João Paulo, 3 Frank, 4 Moreira e 6 Elias; 5 Marcos Dobrada (14 Dias), 7 Leônico, 8 Danilo Papel (15 Alberoni) e 10 Guim; 9 Welington e 11 Carlão (16 Branco). Treinador: Vitor Hugo.
Ferroviária FSA: 1 Tuti*; 4 André, 3 Marcel e 5 Anderson Carvalho; 2 Paulo Henrique, 8 Rafael Rocha (18 Laertinho), 7 Fernando Luís (15 George), 10 Jonas e 6 Zé Luiz; 11 Robson (13 Jonathan) e 9 Marcelo. Treinador: Luiz Carlos Ferreira.  


Classificam-se para a Fase Semifinal em dois quadrangulares, turno e returno: Santo André, Ferroviária, Botafogo e União São João; Sorocaba, Mogi Mirim, Oeste e São Bento. Rebaixadas para a Série A3 de 2009: Bandeirante, Olímpia, XV Jaú e Inter de Limeira.

12/abr - Sábado - Ribeirão Preto - 17hs

4x1

inacreditável: fogo devolve os 4x1 da Primeira Fase

Luiz Carlos Ferreira preparou o grupo grená em Cedral, com o objetivo de conhecer os jogadores que tem à disposição para o quadrangular decisivo da Série A2. Anderson Carvalho foi um desfalque sério para a defesa, assim como Welington no meio-campo e Osny no ataque. Mas Chimba se deu até bem na função de segundo atacante.

O falastrão treinador afeano assistiu seu time em campo jogar no 3-5-2, embora tenha anunciado como 4-4-2. Não adianta escalar o time e dizer o esquema, se não treinar os atletas em suas funções específicas. Era essa a grande diferença a favor de Edison Só. 

O Pantera arrasou o time grená em jogadas pelos flancos, onde não havia cobertura nos avanços dos laterais/alas. Exposta, a zaga grená fez até gol contra, e Tuti ainda evitou um placar mais elástico.

Resta saber se o Ferreirão consegue mesmo saber as características dos atletas que ele tem em mãos. Aliás, foi por esse motivo que se gastou tanto com a inter-temporada em Cedral. Ou será que acha que só com palavras e pirotecnia irá impressionar os adversários. O próximo ele conhece muito bem pois o dirigiu na primeira Fase. E o Santo André abusa do jogo em velocidade pelas laterais.

Um péssimo presente de aniversário para a gloriosa Ferroviária, que aos 58 anos leva uma goleada impiedosa de um time inferior tecnicamente. Um duro castigo para os que, como eu, tomaram a forte chuva que caiu no Estádio Santa Cruz.

Botafogo FC 4x1 Ferroviária FSA

A2/2008 - 2ª Fase – 1ª Rodada

Data: 12 de abril de 2008, sábado, 17hs.

Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto.
Renda: R$ 22.760,00.

Público: 1.522 pagantes.
Arbitro: Milton Etsuo Ballerini. 

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Herman Brumel Vani.

Cartões amarelos: Cenedesi e Branquinho (BFC); Vagner (1º2ªs) (AFE).

Cartão vermelho: Jonas (AFE) (vermelho direto) aos 8min da etapa complementar.

Gols: Guilherme (BFC) aos 9min e Vagner (AFE) (contra) aos 32min do primeiro tempo; Guilherme (BFC) aos 12min, Fabinho (AFE) aos 29min e Branquinho (BFC) aos 44min da etapa final.

Faltas: BEC-20; AFE-19. Total: 39. 

Tempo de bola em jogo: 63min. 1t-31min; 2t-32min.

Botafogo FC: Renato 1; Mazinho 2, Johildo 3, João Renato 4 e Marcinho Loyola 6 (Wagner 14); Cenedesi 5, Lau 7,  Guilherme 8 (Léo Dias 16) e João Henrique 10; Willian 9 (Welington Vieira 17) e Branquinho 11. Treinador: Luciano Dias.

Ferroviária FSA: Tuti 1; Gerônimo 2, André 3, Marcel 4 (Fernando 15) e Zé Luiz 6; *Vagner 5, Rafael Rocha 7, Jonas 8  e Cascata 10; Fabinho 9 e Chimba 11 (Laertinho 18). Treinador: Luiz Carlos Ferreira.


16/abr - Quarta-feira - Araraquara - 20hs

0x2

Fanfarrão perde de novo e só milagre traz o acesso!

Aos 7 minutos, Cascata acertou a trave pela primeira vez. Ferreira iria escalar o time com 3 zagueiros e dois volantes mas, pressionado pela crítica, arregou e armou o time da mesma maneira do jogo de Ribeirão. A diferença é que colocou Welington, que também não é marcador. O resultado veio logo aos 14 minutos com Toscano abrindo o placar pelo União. Aos 17, Fabinho acertou a trave de novo, de cabeça, e quase empatou. O time atacou, atacou e atacou, mas como não tinha marcação pelo meio, ficou exposto demasiadamente nos contra-ataques. Aos 40 minutos, jogada de bola parada de Welington causou confusão na área do União e o gol de empate não saiu por milagre. Some-se a isso a péssima arbitragem e o primeiro tempo só enervou o bom público presente na Fonte Luminosa.

Os times voltaram sem alterações. Laertinho entrou em lugar de Welington aos 9 minutos (!) e animou a galera. O União continuava perigoso nos contra-golpes e quase chegou de novo aos 10. Aos 19, Tuti quase entrega o ouro em cobrança de falta, e aos 23, Zé Luiz salvou o segundo, em novo contra-ataque pelo setor direito da defesa grená. Aos 28, nova oportunidade do União e Tuti cedeu escanteio. Nova falta aos 36, e dessa vez Tuti defendeu. Jogada de perigo da AFE só aos 41 minutos com defesa parcial de Carlos Carioca cujo contra-ataque gerou o pênalti convertido por Oliveira aos 43 minutos. Sem treinador e sem esquema tático só poderíamos esperar nova derrota. Cascata, sempre ele, salvou-se no desorientado onze grená.

Luiz Carlos Ferreira foi demitido assim que entrou nos vestiários.

Ferroviária FSA 0x2 União São João EC
A3/2008 - 2ª Fase
- 1º Turno - 2ª Rodada
Data: 16 de abril de 2008, quarta-feira, 20hs.
Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.
Renda: R$ 26.705,00.

Público: 3.316 pagantes e 377 não pagantes.

Árbitro: Márcio Henrique de Góis.
Assistentes: Celso Barbosa de Oliveira e Marco Antonio Monteiro Bagatella.

Cartões Amarelos: Vágner (2º2ªs), Marcel (1º2ªs), Tuti (2º) e Laertinho (3º2ªs)(AFE); Johnny, Marlon, Marcos Basílio, Oliveira, Cléberson e Michel (USJEC).

Gols: Marcelo Toscano aos 15min do primeiro tempo e Oliveira (pênalti) aos 43min da etapa complementar.

Nº de Faltas: 48. AFE - 18; USJEC - 30.

Tempo de bola em jogo: 51min. 1t - 25min; 2t - 26min.

Ferroviária FSA: Tuti 1; Gerônimo 2 (Fábio Duarte 16), Marcel 3, Anderson Carvalho 4 (George 14) e Zé Luiz 6; *Vagner 5, Rafael Rocha 7, Welington 8 (Laertinho 13) e Cascata 10; Marcelo Tevez 11 e Fabinho 9. Treinador: Luiz Carlos Ferreira.
União São João EC: Carlos Carioca 1; Michel 2, Freire 3, Mauro 4 e Edimar 6; Marcos Basílio 5, Johnny 7, Marlon 8 (Oliveira 16) e Gauchinho 10 (Cléberson 17); Marcelo Toscano 9 (André Luiz 18) e Galego 11. Treinador: Márcio Ribeiro.

19/abr - Sábado - Araraquara - 19hs

1x2

FALHAS INDIVIDUAIS PREJUDICAM ESQUEMA DO INTERINO TELÃO

Time foi até bem. Criou boas oportunidades sempre criadas por Cascata, usou bem as laterais com Gerônimo e Zé Luiz. Osny foi muito perigoso, fazendo bem a parede pelo meio. Mas o campo molhado da Fonte Luminosa foi implacável com a equipe dirigida por Telão. Logo aos 4 minutos um chute despretensioso de Cesinha que Tuti tentou abafar em dois tempos e parecia que a luva estava furada: Frango! 1x0 Ramalhão. Depois de inúmeras chances perdidas cara a cara e bola na trave, Marcel errou o bote aos 23 minutos e o segundo gol jogou água fria na equipe grená. O Santo André jogava com toques rápidos usando as laterais e respeitou o time afeano. Arbitragem sem falhas de Marcelo Rogério.

O Ramalhão voltou melhor na segunda etapa valorizando a posse de bola no meio-campo. Marcio Mixirica enfileirou a zaga aos 10 e quase ampliou. Isso obrigou Telão a tirar um zagueiro e colocar Robson logo aos 13 minutos. O Santo André ficou com dez em campo desde os 16 minutos, e aí foi uma série de gols perdidos pela equipe da Ferroviária ao longo de toda a segunda etapa. Foram aos 21, 27, 31 e aos 40, consagrando o goleiro Neneca. Marcel fez o gol de honra aos 42, e aos 44 minutos a bola não entrou porque não era para entrar mesmo. Reclamações de penalidade em toque de mão involuntário de Jaílson aos 48 minutos não pode manchar a excepcional arbitragem de Marcelo Rogério. 

A Ferroviária ainda fica com o pé na A2, a não ser que o imponderável nos peça desculpas e modifique tudo que aconteceu até agora. 

Telão? Ah, Telão foi muito bem. Bem melhor que o fanfarrão que passou como um cometa pela Fonte.

Ferroviária FSA 1x2 EC Santo André
A2/2008 - 2ª Fase - 1º Turno - 3ª Rodada
Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.
Data: 19 de abril de 2008, sábado, 19 hs.
Renda: R$ 5.355,00
Público: 672 pagantes.
Árbitro: Marcelo Rogério.
Assistentes: Alexandro Pitol Arantes e Flavio Alexandre Silveira.
Cartões Amarelos: Anderson Carvalho, Vágner e Robson (AFE); Cesinha (ECSA).
Cartão Vermelho: Betão (ECSA) (2º amarelo) aos 16min do segundo tempo.
Gols: Cesinha (ECSA) aos 4min e Márcio Mixirica (ECSA) aos 23min do primeiro tempo. Marcel (AFE) aos 41min da etapa complementar.
Nº de Faltas: AFE - 18; ECSA - 17. Total - 35.
Tempo de bola em jogo: 61min. 1t - 31min; 2t - 30min.
Ferroviária FSA: Tuti 1; Rafael Rocha 2 (Robson 16), Marcel 3 e Anderson Carvalho 4; Gerônimo 7 (Chimba 18) , Vagner 5, Jonas 8, Cascata 10 e Zé Luiz 6; Fabinho 11 (Marcelo Tevez 17) e Osny. Treinador: Telão.
EC Santo André: Neneca 1; Da Guia 2 (Fred 13), Thiago Mathias 3, Cesinha 4 e Jailson 6; Fernando 5, Marcelinho Carioca 7 (Elton 18), Pará 8 e Jéferson 10 (Betão 14); Márcio Mixirica 9 e Juninho 11. Treinador: Fahel Júnior.


26/abr - Sábado - Santo André - 16hs

2x1

QUARTA DERROTA NO QUADRANGULAR SEPULTA

PRETENSÃO DA FERROVIÁRIA NA A2

Ramalhão venceu a AFE pela terceira vez neste campeonato. E pela terceira vez ficou aquele gostinho de que dava para ganhar não fossem os detalhes que tão caprichosamente determinam o resultado de uma partida de futebol.

Dois gols de bola parada no primeiro tempo. O segundo causa tentação a alguns em crucificar o goleiro Éder, ludibriado pela cobrança ensaiada de falta por parte do time azul do ABC. Dois na bola, dando a impressão de que o batedor é um, mas na hora H, vem outro e pega o goleiro no contra-pé. Mérito de quem fez o gol! Éder teve uma brilhante atuação, assim como Marcel, guerreiro que novamente foi à frente balançar as redes.

 Laertinho entrou e mostrou mais uma vez que não pode deixar o time. E Jonas, a grande surpresa. Entrou para substituir um zagueiro e deu a tônica no meio-campo. Foi extremamente útil para valorizar a posse de bola que permitiu o domínio absoluto ao time afeano na segunda etapa. Não foi o suficiente para ganhar, nem tampouco conseguir o empate, mas a camisa grená saiu honrada dessa vez. Só um pouco, mas saiu! Arbitragem foi confusa demais e errou muito! Para os dois lados.

veja mais detalhes aqui

EC Santo André 2x1 Ferroviária FSA 

A2/2008 - 2ª Fase - 2º Turno - 1ª Rodada
Data: 26 de abril de 2008, sábado, 16hs.

Local: Estádio Bruno José Daniel, Santo André.

Renda: R$ 14.765,00
Público: 2.419 pagantes

Árbitro: Fabio de Jesus Volpato Mendes.
Assistentes: Marcelino Thomaz de Brito Neto e Clarice Ferreira Lima.

Cartões amarelos: Jéferson, Douglas, Fernando, Juninho, Maikon e Williams (ECSA); Anderson Carvalho, Osny e André (AFE).
Cartão Vermelho: Fahel Junior,  por ofensas ao árbitro aos 48min da etapa final.

Gols: Élton (ECSA) aos 22min e Jéferson (ECSA)(falta) aos 31min do primeiro tempo; Marcel, (AFE) aos 22min da etapa complementar.

Nº de Faltas: ECSA - 29; AFE - 21. Total - 50.
Tempo de bola em jogo: 66min. 1t - 31min; 2t - 35min.

EC Santo André: Neneca 1; Wiliams 2, Douglas 4, Thiago Mathias 3 e Jaílson 6; Fernando 5, Marcelinho Carioca 7 (Élton 18), Pará 8 e Jéferson 10; Márcio Mixirica 9 (Maikon 17) e Juninho 11 (Da Guia 14). Treinador: Fahel Júnior.
Ferroviária FSA: Éder 1; Santiago 3 (Jonas 15), *Marcel 4 e Anderson Carvalho 6; Paulo Henrique 2 (Fabinho 18), André 5, Fabio Duarte 7, Cascata 10 (Laertinho 17) e Fernando Luís 11; Chimba 8 e Osny 9. Treinador: Paulo Cezar Catanoce.

30/abr - Quarta-feira - Araras - 19hs30min

0x0

GOLEIRO ÉDER PEGOU TUDO... DUAS EXPULSÕES NA ZAGA... 

EMPATE HERÓICO DEU PRIMEIRO PONTINHO

Sem chances mais no quadrangular de acesso à Série A1, AFE jogou em Araras contra um dos clubes que mais a venceu em sua história. Além disso não restava alternativa ao União São João senão a vitória pois Santo André e Botafogo faziam a outra partida da noite, e um simples empate poderia acabar com as pretensões ararenses em caso de triunfo grená.

Uma injeção de ânimo no grupo devem ter sido responsáveis pela maneira da equipe lutar, apresentar vontade, determinação e correr atrás de um resultado positivo, exatamente como foi em Santo André na última partida.

Foi o que se viu novamente em Araras, onde a equipe lutou muito dentro das quatro linhas, teve forte pegada no meio-campo sem ser muito faltosa. Mesmo assim recebeu dois cartões vermelhos pelo árbitro da partida, o que tornou dramático o segundo tempo na noite gelada de Araras, que infelizmente recebeu um público muito pequeno.

O que se viu então foi mais uma atuação soberba do goleiro Éder, que pegou tudo e teve sorte, pois quando a bola bateu na trave, dessa vez voltou para suas mãos.

O time apresentou um grande espírito de luta e honrou a camisa grená, mesmo se defendendo. O mesmo não se pode dizer do alvi-verde de Araras, que não aproveitou a oportunidade e viu complicar suas chances de classificação para o retorno à Série A1.

União São João EC 0x0 Ferroviária FSA
A2/2008 - 2ª Fase - 2º Turno - 2ª Rodada
Data: 30 de abril de 2008, quarta-feira, 19:30hs.
Local: Estádio Dr. Hermínio Ometto, Araras.
Renda: R$ 2.680,00.
Público: 494 pagantes.
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza.
Assistentes: Matheus Camoles e Marco Antonio Gonzaga da Silva.
Cartões amarelos: Joel e Mauro (USJEC); Jonas, Fabinho, Robson e Rafael Rocha (AFE).
Cartões vermelhos: Anderson Carvalho (AFE) (vermelho direto) aos 18min e André (AFE) (2º Amarelo) aos 29min da etapa complementar.
Tempo de bola rolando: 1t-28min; 2t-29min. Total: 57min.
Número de faltas: USJEC - 13; AFE - 18. Total - 31.
União São João EC: Carlos Carioca 1; Luan Henrique 2, Mauro 3 (Vander 15), Freire 4 e Edimar 6; Raphael 5, Johnny 7 (Cléberson 18), Joel 8 e Ventura 10 (Marlon 17); Marcelo Toscano 9 e Galego 11. Treinador: Márcio Ribeiro.
Ferroviária FSA: Éder 1; André 3, Marcel 5 e Anderson Carvalho 4; Chimba 2, Fábio Duarte 7, Jonas 8 (Rafael Rocha 15), Laerte 10 (Robson 18) e Fernando Luís 6; Osny 9 (Santiago 14) e Fabinho 11. Treinador: Paulo Cezar Catanoce.


3/mai - Sábado - Araraquara - 19hs

4x1

1... 2... 3... BOTAFOGO É FREGUÊS!

O Bota-Ferro foi motivação para a despedida da Ferroviária do Quadrangular da A2. O Pantera procurava o objetivo maior que era o acesso à Série A2, mas dependia de outro resultado na partida disputada no Bruno José Daniel entre Santo André e União São João. Uma vitória do alvi-verde tiraria ou o Ramalhão, ou o Botafogo, dependendo do placar na Fonte Luminosa.

A Ferroviária jogava pela rivalidade regional potencializada pela goleada sofrida no jogo de ida no Santa Cruz. Seu treinador, Paulo Cezar Catanoce fazia o jogo de despedida mostrando um sensível aumento de rendimento da equipe. Derrota jogando melhor na primeira partida no ABC, heróico empate sem gols com nove em campo em Araras e uma esperada vitória no clássico. E não deu outra.

Como uma autêntica Locomotiva, marcou três gols em 20 minutos de jogo e devolveu a goleada sofrida no Santa Cruz construindo o placar final ainda no primeiro tempo. A presença maciça da torcida do tricolor no Ferrão de fundo foi esfriada pelo passeio do onze afeano, que se despediu da A2 honrando o manto grená. Com o empate no ABC, restou à galera de Ribeirão assimilar o segundo 4x1 do ano, porém comemorar o mais importante: o tão almejado retorno à elite do futebol paulista!

Ferroviária FSA 4x1 Botafogo FC
A2/2008 - 2ª Fase - 2º Turno - Última Rodada
Data: 3 de maio de 2008, sábado, 19 horas.
Local: Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara.
Renda: R$ 7.930,00.
Público: 1.061 pagantes.
Arbitro: Luciano Calabietto Quilichini.
Assistentes: Rogério Gomes da Silva e Manoel de Andrade Filho.
Cartões Amarelos: Fábio Duarte, Laertinho, Chimba, Santiago e Vagner (AFE); Mazinho (BFC).
Gols: Cascata (AFE) a 1min, Rafael Rocha (AFE) aos 11min, Osny (AFE) aos 20min, Guilherme (BFC) aos 23min e Osny (AFE) aos 41min do primeiro tempo .
Tempo de bola rolando: 1t-30min; 2t-29min. Total-59min.

Número de faltas: 41. AFE-22; BFC-19.

Ferroviária FSA: Éder 1; Marcel 4, Tabarana 3 (Santiago 15) e Rafael Rocha 7; Chimba 2 (Robinson 18), Vagner 5, Fábio Duarte 8, Cascata 10 e Fernando Luís 6; Osny 9 e Laertinho 11 (Gerônimo 13). Treinador: Paulo Cezar Catanoce.
Botafogo FC: Renato 1; Mazinho 2 (Claudionor 17), Renato Benatti 3, João Renato 4 e Márcio Loyola 6; Cenedesi 5, Lau 7, Guilherme 8 e João Henrique 10 (Léo Dias 16); Branquinho 11 e William 9. Treinador: Luciano Dias.

CLASSIFICAÇÃO DA PRIMEIRA FASE

Col Equipe PG J V E D GP GC SG CA CV TF
  Santo André 40 19 12 4 3 40 21 19 53 3 333
  Sorocaba 40 19 11 7 1 45 23 22 48 2 369
  Mogi Mirim 37 19 11 4 4 30 17 13 58 6 338
  Ferroviária 33 19 9 6 4 30 19 11 68 6 412
  Botafogo 32 19 9 5 5 31 29 2 68 4 382
  Oeste 29 19 8 5 6 25 21 4 48 4 356
  São Bento 29 19 7 8 4 29 26 3 57 3 428
  União São João 28 19 8 4 7 25 27 -2 52 5 386
  São José EC 27 19 7 6 6 23 22 1 47 11 329
10º  Catanduvense 26 19 6 8 5 30 28 2 51 2 368
11º  Rio Branco 24 19 6 6 7 22 22 0 55 10 377
12º  Monte Azul 23 19 6 5 8 26 27 -1 66 7 408
13º  Taquaritinga 22 19 6 4 9 35 38 -3 50 3 378
14º  AA Portuguesa 22 19 6 4 9 23 28 -5 47 7 346
15º  América 22 19 5 7 7 26 29 -3 57 4 382
16º  Comercial RP 21 19 5 6 8 21 28 -7 52 3 400
17º  Bandeirante EC 18 19 5 3 11 26 35 -9 67 11 405
18º  Olímpia 18 19 4 6 9 21 42 -21 54 6 411
19º  XV Jaú 17 19 5 2 12 23 32 -9 59 8 391
20º  Inter Limeira 9 19 1 6 12 21 38 -17 54 6 372

CLASSIFICAÇÃO DOS QUADRANGULARES

Col Equipe PG J V E D GP GC SG CA CV TF
  Santo André * 10 6 2 4 0 9 7 2 15 2 112
  Botafogo * 9 6 2 3 1 10 9 1 11 2 112
  União São João  7 6 1 4 1 5 4 1 18 1 121
  Ferroviária  4 6 1 1 4 7 11 -4 21 3 116
Col Equipe PG J V E D GP GC SG CA CV TF
  Oeste * 13 6 4 1 1 10 7 3 23 0 104
  Mogi Mirim * 7 6 2 1 3 8 9 -1 23 3 110
  Sorocaba  7 6 2 1 3 6 7 -1 22 2 127
  São Bento  7 6 2 1 3 4 5 -1 19 4 106

A partida entre Mogi Mirim e Oste de Itápolis, empatada em 0x0, foi anulada, sob suspeita de resultado forjado, em benefício dos dois clubes. Em novo confronto o placar foi 3x2 para o Oeste, definindo os quatro clubes que subiram: Além de Botafogo e Mogi Mirim, Santo André e Oeste de Itápolis disputaram o título em duas partidas: empate de 0x0 em Itápolis e 2x0 no Anacleto Campanella, em S. Caetano do Sul, deram o título ao Ramalhão.


20/jun - Sexta-feira - Americana - 15hs

2x2

PRIMEIRA MOVIMENTAÇÃO APÓS RETORNO DE EDISON SÓ

Início dos preparativos de novo time montado para as disputas da Copa Paulista e da futura Série A2 em 2009. Marcou o retorno do treinador grená após quase três meses, substituído por Luiz Carlos Ferreira e Paulo César Catanoce.

Rio Branco EC 2x2 Ferroviária FSA
Jogo-treino.
Data: 20 de junho de 2008, sexta-feira, 15hs.
Local: Estádio Décio Vitta, Americana.
Gols: Romário (RBEC) aos 7min e Abimael (AFE) aos 22min do primeiro tempo; Bruno (RBEC) aos 7min e Gil (AFE) aos 28min da etapa final.
Rio Branco EC: Guilherme (Rodrigo); Alex, Márcio e Mateus; Rodrigo Di, Jonathan, Baia (Butti), Danilo (Clayton) e Paulo César; Lincon (Bruno) e Romário. Treinador: Ivo Secchi.
Ferroviária FSA: Éder; Paulo Henrique, André (Alan), Anderson Carvalho (Felipe) e Dudu; Tabarana, Abimael, Abuda (Laerte) e Jonas (Guilherme Alves); Fabinho e Welington (Gil). Treinador: Edison Só.

25/jun - Sexta-feira - Americana - 15hs

2x0

AFE VOLTA AO BRINCO DE OURO PARA NOVO TREINO

Bugre fez poucas alterações, pois seu treinador já tinha um time titular para ser treinado para a Série C do Brasileiro. Por outro lado, a Ferrinha fazia sua segunda experiência com novos jogadores, daí um grande número de substituições feitas pelo lado grená.

Guarani FC 2x0 Ferroviária FSA
Jogo-Treino.
Data: 25 de junho de 2008, quarta-feira, 15hs.
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas.
Gols: Marcinho aos 42 min do primeiro tempo e Henrique (pênalti) aos 8min da etapa final.
Guarani FC: Gisiel; Robinho, Danilo, Jonatas e Santos (Roque); Claudinei, Glauber, Marcinho e Samir (Almir); Henrique e Juari. Treinador: Luciano Dias.
Ferroviária FSA: Éder; Paulo Henrique, André, Felipe (Alan) e Dudu (Welington Matão); Tabarana, Abimael, Laerte (Gui Alves) (Abuda) e Jonas (Reinaldo); Gil (Welington) e Fabinho. Treinador: Edison Só.


2/jul - Quarta-feira - Ibaté - 15hs

2x2

AMISTOSO ENTRE OS MAIS TRADICIONAIS DO INTERIOR

AFE vive as reformas de modernização do Estádio da Fonte Luminosa. Antigo Majestoso passa pelo processo de transformação em Arena da Fonte Luminosa e leva o grande clássico interiorano, aqui jogo-treino, para a vizinha Ibaté.

Ferroviária FSA 2x2 EC XV de Novembro de Piracicaba
Jogo-Treino.
Data: 2 de julho de 2008, quarta-feira, 15hs.
Local: Estádio Municipal de Ibaté.
Gols: Adílson (XV) aos 16 min; Jonas (AFE) aos 20min; Marlon (XV) aos 27min e Fabinho (AFE) aos 45min da etapa final.
Ferroviária FSA: Guilherme; Paulo Henrique, André, Felipe e Dudu; Tabarana (Abuda), Abimael, Laerte (Guilherme Alves) e Jonas: Welington (Diógenes) e Fabinho. Treinador: Edison Só.
XV de Piracicaba: Cristiano (Wanderson); Chibé, Carlão (Erlon), Evilar (Tadeu) e Preto (Assis); Jorge, Nilton, Nenê e Marlon; Emerson (Adílson) e Fábio Santos (Vinícius). Treinador: Betão.

5/jul - Sábado - Piracicaba - 10:30hs

1x1

NOVO EMPATE NO AMISTOSO DE VOLTA EM PIRACICABA

Pela terceira vez AFE sai atrás no placar e consegue o empate na série de jogos-treino preparatórios para a Copa Paulista.  A segunda contra o Nhô-Quim.

EC XV de Novembro de Piracicaba 1x1 Ferroviária FSA
Jogo-Treino com 80 minutos.

Data: 5 de julho de 2008, sábado, 10:30 hs.
Local: Estádio Barão de Serra Negra, Piracicaba.

Arbitro: Adriano Bugno, 

Assistentes: Maurício de Moura e Eder do Carmo.

Gols: Marlon (XV) (falta) aos 39min do primeiro tempo e Guilherme Alves (AFE) aos 22min da etapa final.

XV de Piracicaba: Cristiano; Chibé (Elton), Carlão, Evilar e Preto (Assis); Jorge, Nílton, Marlon e Nenê; Fábio Santos e Adílson (Emerson). Treinador: Betão.

Ferroviária FSA: Éder; André, Marcelo Almeida e Felipe; Paulo Henrique (Carlinhos), Tabarana (Diógenes), Abimael, Laerte (Guilherme Alves) e Dudu; Welington (Samuel) e Fabinho. Treinador: Édison Só.


11/jul - Quarta-feira - Ibaté - 15hs

1x1

ÚLTIMO PREPARATIVO ANTES DA ESTRÉIA NA Copa Paulista

Jogo nada amistoso, disputado em Matão devido reformas na Fonte Luminosa, e que apresentou baixo nível técnico. Adversário demonstrou preocupação excessiva em cometer faltas, muitas delas receberam críticas contundentes da Comissão Técnica afeana, por excesso de violência não coibida pela arbitragem. Não houve nenhum cartão vermelho.

Ferroviária FSA 1x1 SE Itapirense

Jogo-Treino

Data: 11 de julho de 2008, sexta-feira, 15hs.

Local: Estádio Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.

Gols: Fabinho (AFE) (cabeça) aos 44min da primeira etapa e Senegal (SEI) aos 22min da etapa complementar.

Ferroviária FSA: Éder; Carlinhos, André, Marcelo Almeida e Dudu; Tabarana (Rodrigo Rizo), Abimael, Guilherme Alves (Reinaldo) e Welington (Laerte); Fabinho (Diógenes) e Gil (Cláudio Cruz). Treinador: Édison Só.

SE Itapirense: Brás; Paulista, Xandão (Mário Vítor) e Pedro Paulo; Chiquinho (Richard), Senegal (Diego Gaúcho), Fábio Duarte (Régis), Biro Gomes (Sandro) e Gélson (Paulo); Gleyson (Marcinho) e Tuti (Juari). Treinador: Gílson Batata.  


Iniciava-se outra edição da Copa Federação Paulista de Futebol, a mesma que foi vencida pela Ferroviária em 2006, lhe dando a chance de aparecer novamente no cenário do futebol brasileiro. Disputou a Copa do Brasil contra o Juventude de Caxias do Sul (RS) em duas partidas, e venceu em casa o time da Série A do Brasileiro por 3x1 em casa, dando enorme alegria aos seus torcedores.

Sob a denominação de Copa Paulista, a Ferroviária, com o mesmo treinador que comandou a campanha vencedora de 2006, sonhava com um possível Bi-Campeonato, apesar das turbulências ocorridas durante a disputa da Série A2 recém-terminada.

Vinda de uma pré-temporada nada empolgante, com uma derrota e quatro empates e com reformas na Fonte Luminosa, preparando-se para ser uma Arena moderna, Taquaritinga acolhia o time grená.

19/jul - Sábado - Taquaritinga - 19hs

2x0

ÓTIMA ESTRÉIA FORA DE ARARAQUARA

Início da Copinha depois de uma desacreditada pré-temporada de cinco partidas sem vitória (foram quatro empates e uma derrota) e a indefinição de mando de campo (reformas da Fonte Luminosa e a não liberação do estádio de Américo Brasiliense). O local escolhido foi o Taquarão e foi pé-quente!

O primeiro tempo não foi tão bom quanto o segundo, e aí sim a Ferroviária construiu sua vitória por dois gols, estreando um novo ataque com Fabinho e Wellington. Mas não aqueles que disputaram a Série A2.

Com um time totalmente remodelado, embora com alguns nomes coincidentes, Edison Só colhe sua primeira vitória em seu retorno numa competição oficial.

Ferroviária FSA 2x0 Oeste FC

Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 1ª Rodada.

Data: Sábado, 19 de julho de 2008, 19hs.

Local: Estádio Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.
Renda: R$ 765,00
Público: 111 pagantes.
Árbitro: Aurélio Sant'Anna Martins.

Assistentes: Leonardo Ferreira Alves e Edson Rodrigues dos Santos.

Cartões amarelos: Fabinho, André, Tabarana, Paulo Henrique e Marcelo Almeida (AFE); Camacho, Juca, Leandro Melo e Marcelo Santos (OFC).
Cartões vermelhos: Tabarana (AFE)(segundo Amarelo) aos 40min e Arthur (OFC)(Vermelho direto) aos 46min da etapa final.
Gols: Wellington (AFE) a 1min e Ednelton (OFC) (contra) aos 36min da etapa complementar.

Tempo de bola rolando: 1t-30min; 2t-29min. Total-59min.

Número de faltas: 40. AFE-19; OFC-21.

Ferroviária FSA: Éder 1; Carlinhos 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6 (Paulo Henrique 15); Tabarana 5, Abimael 7, Jonas 10 e Laertinho 8 (Reinaldo 17); Fabinho 9 (Juninho 14) e Welington 11. Treinador: Edison Só.

Oeste FC: Thiago Passos 1; Alex 2, Ednelton 3, Camacho 4 e Juca 6 (Willian 17); Arthur 5, Leandro Melo 7, Marcelo Santos 8 (Danilo Leacina 18) e Raul 11 (Luisinho Vieira 16); Mazinho 10 e Oliveira 9. Treinador: Roberto Fonseca.


26/jul - Sábado - Taquaritinga - 15hs30min

0x4

NOVA VITÓRIA NO COME-FERRO EM TAQUARITINGA 

Tradição é tradição, mesmo quando as duas equipes estão impossibilitadas de jogar em seus estádios. A reforma da Fonte Luminosa e o estado deplorável das dependências de Palma Travassos empurraram o clássico para o Taquarão, o que afastou o público, mas não os gols.

Bom para a AFE, que já havia vencido lá na primeira rodada e sentiu-se em casa, surpreendendo o rival e aplicando uma goleada implacável, elevando a confiança do time preparado pelo treinador Edison Só. Fabinho e Welington, com dois gols cada um, construíram o placar de "dois vira, quatro acaba".

Comercial FC (RP) 0x4 Ferroviária FSA
Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 2ª Rodada.

Data: Sábado, 26 de julho de 2008, 15hs30min.

Local: Estádio Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.
Renda: R$ 605,00
Público: 82 pagantes.
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto.

Assistentes: Patrícia Carla de Oliveira e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo.

Cartões amarelos: Nenê e Goiano (CFC); Marcelo Almeida (2º)(AFE)
Cartão vermelho: Téo (CFC) (vermelho direto) aos 46min da etapa complementar.
Gols: Wellington aos 17min e aos 45min do primeiro tempo. Fabinho aos 19min e aos 34min da etapa final.

Tempo de bola rolando: 1t-30min; 2t-31min. Total-61min.

Número de faltas: 45. CFC-17; AFE-28.

Comercial FC: Yuri 1; Michel 2, Fernando 3, Nenê 4 e Luís Fernando 6; Goiano 5, Glaydstone 7 (Túlio 18), Ceará 8 e Canela 10 (Téo 15); Creedence 9 e Jackson 11 (Daniel 17). Treinador: Ricardo Moraes.

Ferroviária FSA: Éder 1; Carlinhos 2, André 3 (Alan 13), Marcelo Almeida 4 e Paulo Henrique 6; Abimael 5, Cassimba 7, Guilherme Alves 8 (Reinaldo) e Jonas 10 (Buiú 16); Fabinho 9 e Wellington 11. Treinador: Edison Só.

2/ago - Sábado - Taquaritinga - 16hs

1x0

GOLAÇO DE FABINHO NO FIM ESPANTA O ZERO A ZERO

Quando ninguém mais esperava uma mexida no placar e o empate parecia sacramentado, eis que Fabinho recebe pelo alto um toque de cabeça proveniente de falta cobrada pela direita. 

Matou no peito e, de virada, o antigo "sem pulo", do bico direito da grande área mandou no ângulo esquerdo do goleiro do Galo de Rio Claro.

Um golaço que vai ficar marcado na memória dos que estiveram presente no estádio de Taquaritinga, e que deu a liderança absoluta ao time grená após a terceira vitória seguida.

Ferroviária FSA 1x0 Rio Claro FC
Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 3ª Rodada.
Data: Sábado, 2 de agosto de 2008, 16hs.
Local: Estádio Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.
Renda: R$ 570,00
Público: 83 pagantes.
Árbitro: Otávio Corrêa da Silva.
Assistentes: Marcelo Zamian de Barros e Graziele Maria Crizo.
Cartões Amarelos: Wellington, André (2º), Fabinho (2º), Dudu e Abimael (AFE); Danilo Luís, Tiago e Vitor (RCFC).
Gol: Fabinho aos 42min da etapa final.
Tempo de bola rolando: 1t-32min; 2t-31min. Total-63min.
Número de faltas: 38. AFE-24; RCFC-14.
Ferroviária FSA: Éder 1; Carlinhos 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6 (Laertinho 17); Tabarana 5, Abimael 7, Cassimba 8 e Jonas 10 (Felipe 13); Fabinho 9 e Welington 11 (Fabio Henrique 18). Treinador: Edison Só.
Rio Claro FC: Tiago 1; Nando 2 (Bruno 13), Murilo Moreno 3, Murilo Henrique 4 e Gabriel 6; Marcos Bazilio 5, Danilo Avelar 7, Vítor 8 e Silas 10 (Rafinha 17); Danilo Luís 9 (Ivan 18) e Willian Leite 11. Treinador: Paulinho McLaren.
OBS: O treinador Edison Só foi expulso de campo, por reclamação, aos 8 min da etapa complementar.


6/ago - Quarta-feira - Catanduva - 19hs30min

  4x0

DERROTA CONTUNDENTE PARA REDUZIR O EGO GRENÁ

Após uma inesperada série de três vitórias seguidas e sem levar nenhum gol, a Ferroviária é surpreendida pelo Grêmio, com um penal logo de cara. Seguidas falhas de cobertura pelas laterais deixaram a defesa exposta, que amargou observar os gols adversários saindo um a um. 

Um excelente teste para o treinador Edison Só que viu, escancaradas, as deficiências do setor defensivo do time que está sendo preparado durante a competição. 

G Catanduvense de F 4x0 Ferroviária FSA
Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 4ª Rodada

Data: Quarta-feira, 6 de agosto de 2008, 19hs30min.

Local: Estádio Sílvio Salles, Catanduva - SP
Renda: R$ 1.595,00

Público: 247 pagantes.
Árbitro: José Claudio Rocha Filho.
Assistentes: Sérvio Antonio Bucioli e Wendel Almeida da Silva.

Cartões amarelos: Kelisson (GCF) e Dudu (2º)(AFE).
Gols: Lila (pênalti) a 1min do primeiro tempo. Lila aos 13min e aos 18min e Tiago aos 22min da etapa final.

Tempo de bola rolando: 1t-30min30seg; 2t-31min30seg. Total-61min.

Número de faltas: 32. GCF-15; AFE-17.

G Catanduvense de F: Rodrigo 1; Júnior Barbosa 2, Rodrigo Alemão 3, Kelisson 4 e Tarracha 6; Jackson Braga 5, Ricardo Oliveira 7, Diego Perini 8 (Mauricinho 15) e Fabrício 10 (Tiago 16); Alexandre Bortolato 9 (Samuel 17) e Lila 11. Treinador: Velloso.
Ferroviária FSA: Éder 1; Carlinhos 2 (Paulo Henrique 14), André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6; Tabarana 5 (Laertinho 17), Abimael 7, Cassimba 8 e Jonas 10 (Buiú 16); Fabinho 9 e Welington 11. Treinador: Edison Só


16/ago - Sábado - Taquaritinga - 15hs30min

  1x0

FALTOU QUALIDADE MAS VIERAM OS TRÊS PONTOS

A partida não foi boa tecnicamente no primeiro tempo, fazendo com que o treinador grená Edison Só não gostasse nada do rendimento da equipe, principalmente na armação e criação de jogadas. Outro fator demonstrado foi a deficiência de cobertura nos avanços dos laterais, principalmente pelo lado direito onde Paulo Henrique avançou e acabou fazendo o gol único na primeira etapa aos 20 minutos.

No segundo tempo a Francana veio melhor e forçou a Ferrinha a ficar em seu campo de defesa. Faltou qualidade nas finalizações e por isso a Veterana não conseguiu transformar em gols a superioridade territorial. Édison Só foi fazendo as substituições no time grená, mas sem obter nenhuma mudança de rendimento, mesmo com um homem a mais desde a metade do segundo tempo. Só ameaçou o goleiro Ricardo no finalzinho de jogo.

Assim como houve justiça no marcador na primeira etapa, o mesmo não ocorreu no segundo tempo. A equipe alvi-verde de Franca merecia um melhor resultado. Bom para a Ferrinha, que dessa vez teve a sorte a seu favor e conquistou três pontos preciosos que consolidam sua liderança na competição.

Ferroviária FSA 1x0 AA Francana
Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 6ª Rodada.
Data: Sábado, 16 de agosto de 2008, 15hs30min.
Local: Estádio Adail Nunes da Silva em Taquaritinga.
Renda: R$ 470,00.

Público: 78 pagantes.

Árbitro: Flamarion David Volpe.
Assistentes: Maria Eliza Correia Barbosa e Gilberto Corrale.
Cartões Amarelos: Éder, André (3º) e Marcelo Almeida(3º) (AFE); Diovane, Paulo Henrique e Geovane Paulista (AAF).
Cartão vermelho: Paulo Henrique (AAF) (2º amarelo) aos 18min da etapa final.
Gol: Paulo Henrique (AFE) aos 20min do primeiro tempo.

Tempo de bola rolando: 17-30min; 2t-29min. Total-59min.

Número de faltas: 52. AFE-24; AAF-28.
Ferroviária FSA: Éder 1*; Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Carlinhos 6; Felipe 5, Guilherme Alves 7 (Abuda 16), Laertinho 8 (Fábio Henrique 18) e Jonas 10 (Cassimba 15); Fabinho 9 e Welington 11. Treinador: Edison Só.
AA Francana: Ricardo 1; Geovane Paulista 2, Tiago 3 (Crison 18), Diovane 4 e Edvânio 6 (Diego Bife 17); Lico 5, Hernandes 7 (Maurinho 16), Anderson 10 e Paulo Henrique 8; Wagner 9 e Rone Dias 11. Treinador: Sérgio Caetano.

9/ago - Sábado - Ribeirão Preto - 17hs

0x2

Ferroviária volta ao santa cruz e vence outro Bota-Ferro

Edison Só alterou a equipe no meio-campo para não expor demais a defesa como ocorreu na goleada em Catanduva e, ao mesmo tempo dar mais velocidade e criatividade no ataque com a presença de Laertinho. O Pantera, vindo de derrota que custou o cargo do treinador começou melhor, mas a AFE equilibrou, e passou a dominar após os 15 minutos, criando algumas chances de abrir o marcador, como com Fabinho aos 37.

No segundo tempo o Botafogo voltou melhor e chegou a acuar a AFE em seu campo de defesa. A resposta veio aos 19 minutos quando Jonas perdeu chance incrível após jogada individual. O mesmo não aconteceu com Guilherme Alves, que substituiu o contundido Abimael ainda no primeiro tempo e, em jogada individual fez um golaço aos 22 minutos. Isto deu a possibilidade do contra-ataque ao time grená aproveitando o desespero do Pantera em buscar o empate. Laertinho fez o segundo já nos acréscimos.  

Destaques do time foram o meia Jonas, a segurança do goleiro Éder e a forte marcação imposta pelo treinador Édison Só.

Botafogo FC 0x2 Ferroviária FSA

Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno - 5ª Rodada.
Data: Sábado, 9 de agosto de 2008, 17hs.

Local: Estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto.

Renda: R$ 2.195,00.

Público: 188 pagantes.

Árbitro: Sérgio da Rocha Gomes. 

Assistentes: Jairo Martins de França e Luis Alexandre Nilsen. 

Cartões amarelos: Johildo (BFC); Dudu (3º), Guilherme Alves e Jonas (AFE).

Cartão vermelho: Dudu (AFE) aos 36min da etapa complementar.

Gol: Guilherme Alves aos 22min e Laertinho aos 46min do segundo tempo.

Tempo de bola rolando: 1t-32min; 2t-29min. Total-61min.

Número de Faltas: 37. BFC-17; AFE-20.

Botafogo FC: Renato 1; Renaldo 2 (Éverton César 18), João Renato 3, Johildo 4 e Reivan 6; Cenedese 5, Welington Maranhão 8, Ceará 8 e Léo Dias 10 (Paulo Eduardo 15); Magrão 9 (Rodriguinho 17) e Pereira 11. Treinador: Da Bahia.

Ferroviária FSA: Éder 1*: Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6; Felipe 5 (Tabarana 13), Abimael 7 (Guilherme Alves 16), Laertinho 8 e Jonas 10; Fabinho 9 e Welington 11 (Buiú 17). Treinador: Edison Só. 


22/ago - Sexta-feira - Taquaritinga - 20hs

0x0

Ferroviária jogou "em casa", no Taquarão, 

no dia do Aniversário de Araraquara

Jogo que apresentou algumas novidades no time que está em preparação por Edison Só. A estréia de Dióghenes no ataque e o retorno de Thiago Costa à zaga afeana depois de um longo afastamento em decorrência de cirurgia. 

No segundo tempo o lateral Fabrício entrou pela primeira vez na ala esquerda enquanto o atacante Marco Antonio também debutou com a camisa grená. A AFE defendia sua liderança na Copa Paulista em jogo cheio de contradições e coincidências. Ela, líder em seu grupo, enquanto o CAT, o lanterna. O palco do prélio, o Adail Nunes da Silva, que recebeu a equipe grená em seus jogos como mandante até agora. 

Mesmo como visitante a Ferrinha jogou em "casa". A partida foi fraca tecnicamente e apresentou um certo equilíbrio, com chances maior de vitória para a Ferroviária, que se não venceu, deveu-se ao bom comportamento do goleiro do time da casa, da falta de maior determinação na armação e conclusão de jogadas por parte da AFE e das traves.

CA Taquaritinga 0x0 Ferroviária FSA

Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 1º Turno – Última Rodada.

Data: Sexta-feira, 22 de agosto de 2008, 20hs.
Local: Estádio Adail Nunes da Silva em Taquaritinga.

Renda: R$ 336,00.

Público: 65 pagantes. 

Árbitro: Paulo Roberto Ferreira.

Assistentes: Luiz Quirino da Costa e Osny Antonio Silveira.

Cartões amarelos: Andrezinho, Vagner e Ricardo (CAT); Thiago Costa (AFE).

Cartão vermelho: Andrezinho (CAT) aos 21min da segunda etapa.

Tempo de bola rolando: 1t-25min34seg; 2t-26min36seg. Total-51min.

Número de faltas: 48. CAT-25; AFE-23.

CA Taquaritinga: Fernando 1; Luis Gustavo 2, Dantas 3, Adílio 4 e Horácio 6; Cléber 5, Vagner 7, Andrezinho 8 e Thiago Lima 10 (Lima 16); Paraná 9 (Thiago Souza 14) e Diego 11 (Ricardo 17). Treinador: Paulinho Ceará.

Ferroviária FSA: Éder* 1; Paulo Henrique 2, Thiago Costa 3, Felipe 4 e Carlinhos Capixaba 6 (Fabrício 14); Tabarana 5 (Fábio Henrique 18), Guilherme Alves 7, Cassimba 10 e Laertinho 8 (Marco Antônio 17); Fabinho 9 e Dióghenes 11. Treinador: Edison Só. 


29/ago - Sexta-feira - Itápolis - 20hs

2x2

MUITA EMOÇÃO E GOLS NO FINAL DO JOGO 

E QUASE NOVA VITÓRIA AFEANA EM ITÁPOLIS

Com o tempo a Ferroviária vai recuperando a tradição e já não sofre tanto na vizinha cidade de Itápolis quando enfrenta o rubro-negro local. Pela segunda vez seguida no Picardão saiu atrás no placar e virou. Só que dessa vez cedeu o empate logo em seguida, fazendo aparecer nos minutos finais da partida toda a emoção que ficou escondida durante a maior parte do jogo.

Mais um primeiro tempo que não agradou ao treinador afeano, que conseguiu melhorar o rendimento da equipe na segunda etapa após alterações de peças e posicionamento do time em campo.

O que valorizou o resultado foi o fato do time da casa também lutar pela liderança no grupo, mantida pela equipe grená que iniciou o segundo turno mantendo firmemente a posição dianteira.

Como destaques mais uma vez a movimentação do meia Laertinho e o golaço de estréia do atacante Dióghenes com a camisa grená. Vindo da esquerda em diagonal pelo meio, arriscou um chute da intermediária, e com rara sorte, acertou em baixo da bola, que encobriu o goleiro itapolitano.

Oeste FC 2x2 Ferroviária FSA
Copa Paulista/2008 - 1ª Fase - 2º Turno – 1ª Rodada.
Data: Quarta-feira, 29 de agosto de 2008, 20hs.
Local: Estádio Ildenor Picardi Semeghine, em Itápolis.
Renda: R$ 455,00.
Público: 91 pagantes.
Árbitro: Alex Sander da Rosa Lefeu.
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Marco Antonio Gonzaga da Silva.
Cartões amarelos: Fabinho, Marcelo Almeida e Paulo Henrique (AFE).
Gols: Willian (OFC) aos 29min do primeiro tempo. Laertinho (AFE) aos 34min, Dióghenes (AFE) aos 39min e Oliveira (OFC) aos 40min da etapa final.
Tempo de bola rolando: 1t-28min05seg; 2t-31min. Total-59min05seg. 
Número de faltas: 50. OFC-25; AFE-25.
Oeste FC: Thiago Passos 1; Alex 2, Xande 3, Arthur 4 e Juca 5; Marcelo Santos 7, Luís Carlos 8, Raul 6 (Luisinho Vieira 16) e Mazinho 10 (Rodriguinho 17); Irineu 9 (Oliveira 18) e Willian 11. Treinador: Roberto Fonseca.
Ferroviária FSA: Éder 1*: Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu Araras 6; Felipe 5, Tabarana 7 (Cassimba 16), Jonas 10 e Marco Antônio 8 (Dióghenes 18); Fabinho 9 e Fábio Henrique 11 (Laertinho 17). Treinador: Edison Só.

6/set - Sábado - Taquaritinga - 15:30hs

0x0

EQUILÍBRIO FOI A MARCA DO COME-FERRO DESSA VEZ

Um Comercial bem diferente dos 4x0 do primeiro turno. 

A Ferrinha perdeu sua primeira oportunidade logo aos 8 minutos. Seguiu-se muito equilíbrio e poucas chances de gol. 

O Bafo ficou sem Téo, contundido, aos 30 do primeiro tempo, mas perdeu um gol incrível logo em seguida, assustando a AFE, mas Dudu salvou em cima da hora. Éder faria uma defesa de reflexo aos 40 minutos, mas já não valia mais nada. A Ferrinha respondeu em seguida acertando a trave de Yuri. 

O empate ficou de bom tamanho, no calor escaldante de Taquaritinga.

Duas mudanças na Ferrinha no segundo tempo, uma delas por contusão de Marco Antonio. As duas equipes foram criando chances intercaladas e logo de cara o primeiro ataque grená já assustou o time do Comercial. O Bafo equilibrou e deu o troco por duas vezes. Aos 10, Dióghenes ia guardar, quando Yuri salvou a pátria comercialina. 

Seguiu-se muito equilíbrio sem muitas chances efetivas, quando Jonas concluiu para o gol, aos 30 minutos, mas a bola saiu. O troco comercialino foi logo aos 32, num vacilo do zagueiro André que o alvi-negro não aproveitou. 

Nos acréscimos, Dióghenes quase abriu o placar, mas Yuri deu escanteio. 

E foi só.

Ferroviária FSA 0x0 Comercial FC RP
Copa Paulista/2008 - 1ª fase - 2º turno - 2ª rodada.
Data: Sábado, 6 de setembro de 2008, 15hs30min.
Local: Estádio Dr. Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.
Renda: R$ 885,00
Público: 131 pagantes
Árbitro: José Henrique de Carvalho.
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Felippe Cirillo Penteado.
Cartões amarelos: André, Dudu, Felipe, Cassimba e Thiago Costa (AFE); Fernando, Téo, Vítor Hugo e Alan Maciel (CFC).
Tempo de bola rolando: 58min. 1t - 27m; 2t - 31m.
Número de faltas: 47. AFE - 26; CFC - 21.
Ferroviária FSA: Éder 1*; Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6; Felipe 5 (Thiago Costa 13), Cassimba 7, Reinaldo 8 (Guilherme Alves 16) e Jonas 10; Marco Antônio 9 (Robinson 18) e Dióghenes 11. Treinador: Edison Só. 
Comercial FC: Yuri 1; Nenê 3, Fernando 4 e Vítor Hugo 6 (Gustavo 18); Alan Maciel 2, Darci 5, Glaydstone 7 (Régis 15), Ceará 8 e Téo 10 (Fábio Gomes 14); Flávio 9 e Canela 11. Treinador: Ricardo Moraes.


14/set - Domingo - Rio Claro - 11hs

3x1

Rio Claro poderia ter goleado, mas permitiu reação no fim

O Rio Claro marcou logo de cara, com Luisinho aos 3 minutos, em jogada de bola aérea na área grená, acabando com as pretensões iniciais de Edison Só na armação tática da equipe.

O segundo saiu já aos 11 minutos, quando até o goleirão Éder titubeou. 

O domínio azul foi durante todo o primeiro tempo, em que a Ferroviária só assustou no finalzinho numa cabeçada de Fabinho que acertou a trave.

Início de segundo tempo e a história se repetiu. 

Luisinho fez o terceiro gol logo aos sete minutos, e Edison Só viu de novo ir por terra tudo o que foi combinado nos vestiários. O contra-ataque sendo todo do time da casa deixava cada vez mais evidente uma provável goleada. Mas não foi o que ocorreu. 

O Rio Claro tirou o pé, e no final, propiciou ao time grená a oportunidade de buscar o seu gol de honra. O árbitro deu sua colaboração, apitando um pênalti inexistente a favor da AFE, que Fabinho converteu, com paradinha. 

Thiago Costa perdeu ainda duas chances para o time grená, que teve uma boa atuação do meio-campo Cassimba.

Rio Claro FC 3x1 Ferroviária FSA
Copa Paulista/2008, 1ª fase, 2º turno, 3ª rodada.
Data: domingo, 14 de setembro de 2008, 11hs.
Local: Estádio Dr. Augusto Schimidt Filho, Rio Claro.
Renda: R$ 1.345,00.
Público: 223 pagantes.
Árbitro: Alysson Fernandes Matias.Assistentes: Marcelo Luís da Silva e Alberto Polleto Masseira.
Cartões amarelos: Léo Cruz, Ivan Paraná e Murilo Henrique (RCFC); Dudu, Éder e Cassimba (AFE). 
Gols: Luisinho (RCFC) aos 3min e aos 11min do primeiro tempo. Luisinho (RCFC) aos 8min e Fabinho (AFE)(pênalti) aos 38min da etapa complementar.
Tempo de bola rolando: 58min. 1t - 30m30seg; 2t - 28m40seg.
Número de faltas: 50. RCFC - 26; AFE - 24.
Rio Claro FC: Tiago Rocha 1; Pereira 5, Murilo Henrique 4 (Ernando 14) e Murilo Moreno 3; Eric 2, Léo Cruz 7 (Marcos Bazilio 15), Gilvan 8, Luisinho 10 e Maicon 6; Danilo Luís 9 e Ivan Paraná 11 (Willian Leite 18). Treinador: Paulinho McLaren.

Ferroviária FSA: Éder 1*; Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Dudu 6 (Jonas 17); Thiago Costa 5, Cassimba 7, Guilherme Alves 8 (Robinson 18) e Dudu Araras 10; Fabinho 9 e Dióghenes 11  (Reinaldo 16). Treinador: Edison Só.


20/set - Sábado - Araraquara - 18hs

1x2

Fogão vence na inauguração do novo Estádio do Botânico

No começo foi só festa. Placas homenageando medalhista olímpica e o ex-presidente Gaeta; discursos de autoridades presentes na inauguração do novo Estádio Municipal Cândido de Barros como os Secretários de Obras e de Esportes do município, o presidente da Federação Paulista de Futebol e o Prefeito Edinho Silva.

O público também compareceu em massa para conhecer a nova praça de esportes da cidade. Mais de três mil pessoas deram um inimaginável quorum para uma partida da Copinha, que dava média inferior a 100 pagantes até então nos jogos da AFE.

Tudo isso apesar da chuva que também quis dar o ar de sua graça.

Quando a partida começou, após o famoso "Pontapé Inicial" dado pela medalhista olímpica Andréia Rosa (grande orgulho para a cidade), o jogo foi morno e o Pantera estragou a história, fazendo com que o seu Fabinho, camisa nº 11, fosse o marcador do primeiro gol do recém inaugurado Estádio do Botânico.

Laertinho, por sua vez, também deixou registrado o seu nome como o primeiro atleta da Ferroviária a balançar as redes.

Marcas à parte, o empate foi o resultado do primeiro tempo, e as jogadas pela esquerda com Robinson e Carlinhos o que se pode aproveitar do time grená.

O Botafogo precisava da vitória e se fechou ainda mais para aproveitar os contra-ataques, sabendo que poderia se beneficiar da grande presença da torcida grená e sua conhecida exigência com o time.

E não deu outra.

Mais um Bota-Ferro vencido pelos visitantes na história do grande clássico.

Ferroviária FSA 1x2 Botafogo FC
Copa Paulista/2008, 1ª fase, 2º turno, 5ª rodada.
Data: sábado, 20 de setembro de 2008, 18hs.
Local: Estádio Municipal Cândido de Barros, Araraquara
Renda: R$ 13.676,00.
Público: 3.092 pagantes.
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira.
Assistentes: Marcos Joel Alves e Risser Jarussi Corrêa.
Cartões amarelos: Fabinho, Dudu e Anderson Carvalho (AFE); Caio, Fábio e João Renato (BFC).
Gols: Fabinho (BFC) aos 18min e Laertinho (AFE) aos 32min do primeiro tempo; Pereira (BFC) aos 24min da etapa final.
Tempo de bola rolando: 64min. 1t - 33min; 2t - 31min.
Número de faltas: AFE - 12; BFC - 15. Total: 27.
Ferroviária FSA: Guilherme Marquini 1; Carlinhos Capixaba 2, André 3 (Dióghenes 18), Anderson Carvalho 4 e Dudu 6; Thiago Costa 5, Reinaldo 7, Laertinho 8 e Jonas 10; Fabinho 11 e Robinson 9 (Welington 17). Treinador: Edison Só.
Botafogo FC: Renato 1; Airton 2, João Renato 4, Johildo 3 e Caio 6 (Renaldo 13); Júlio César 5, Fábio 7, Elton 8 (Carlos 15) e Everton César 10 (Ricardinho 16); Fabinho 11 e Pereira 9. Treinador: Da Bahia.

17/set - Quarta-feira - Taquaritinga - 15hs

  1x1

EMPATE ARRANCADO NO TAQUARÃO

Jogo atrasou devido a ausência de ambulância. Paulo Henrique bateu falta com perigo logo aos 3 minutos e aí seguiu-se o equilíbrio num jogo muito movimentado, apesar do forte calor. O Grêmio, mais agressivo, fez com que Éder trabalhasse mais que Rodrigo. Aos 29 minutos Robinson foi derrubado dentro da área, após jogada de Jonas. Fabinho bateu aos 30 minutos e marcou seu quinto gol na Copinha. Isso deu ânimo ao time grená e abateu o Catanduvense que, sentindo o golpe, se retraiu. Fabinho quase amplia em jogada de bola parada quando cabeceou rente à trave.

Logo aos 3 minutos da segunda etapa, o árbitro assinalou pênalti de Éder em Lilla, amarelando o arqueiro grená. Esse fato o tirou do Bota-Ferro de inauguração do Municipal do Botânico. Alexandre Bortolatto bateu forte e empatou, embora Éder adivinhasse o canto. Seguiram-se substituições efetuadas pelos treinadores e um maior equilíbrio, com os atletas sentindo o desgaste decorrente do forte calor de Taquaritinga. Aos 18, o Grêmio assustou, carimbando as traves de Éder, que defendeu cabeçada de Macalé aos 23 minutos.

O Grêmio, dominando as ações da partida, obrigou novas defesas de Éder aos 27 e aos 29min mostrando toda a sua categoria. A AFE só apareceu com Fabinho aos 32, mas perdeu Marcelo Almeida aos 37, expulso após excessivas faltas cometidas contra o atacante Lilla. De bom para a AFE foi o retorno do zagueiro Anderson Carvalho após longa ausência por contusão, e o empate, que não fez justiça ao Catanduvense.

Ferroviária FSA 1x1 G Catanduvense de F  

Copa Paulista 2008, 1ª Fase, 2º turno, 4ª rodada.  

Data: quarta-feira, 17 de setembro de 2008, 15hs.

Local: Estádio Dr. Adail Nunes da Silva, Taquaritinga.

Renda: R$ 435,00.

Público: 56 pagantes.  

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Assistentes: Evandro Luiz Silveira e Adailton Alberto de Souza.

Cartões Amarelos: Fabinho, Éder (3º), Marcelo Almeida e Paulo Henrique (3º)(AFE); Pereira, Jackson Braga e Ricardo Oliveira (GCF).

Cartão Vermelho: Marcelo Almeida (AFE) (2ºamarelo) aos 37min do 2º tempo.

Gols: Fabinho (AFE)(pênalti) aos 30min do primeiro tempo. Alexandre Bortolato (GCF)(pênalti) aos 5min da etapa final.

Tempo de bola rolando: 61min. 1t – 32min; 2t – 29min.

Número de faltas: 49. AFE – 23; GCF – 26.

Ferroviária FSA: Éder 1*; Paulo Henrique 2, André 3, Marcelo Almeida 4 e Carlinhos 6; Thiago Costa 5 (Anderson Carvalho 13), Dudu Araras 7, Reinaldo 8 e Jonas 10 (Cassimba 15); Robinson 9 (Fábio Henrique 18) e Fabinho 11. Treinador: Edison Só.

G Catanduvense F: Rodrigo Déião 1; Júnior Barbosa 2, Pereira 3 (Diego Pedroso 13), Macalé 4 e Tarracha 6; Jackson Braga 5, Ricardo Oliveira 7, Thiago Pansani 10 (Fabrício 16) e Diego Perine 8 (Samuel 17); Lila 11 e Alexandre Bortolato 9. Treinador: Velloso.


28/set - Domingo - Franca - 11hs

2x1

Queda de rendimento do time parece não ter fim.

O que ficou evidente em campo, no Lanchão, foi a diferença de vontade e determinação entre as equipes. O time da casa procurou o resultado durante todo o tempo enquanto a AFE, sonolenta e apresentando muitos problemas no sistema defensivo, complicou a vida do goleiro Éder, destaque mais uma vez.

Ferroviária conseguiu alguns bons momentos durante a segunda etapa, quando estocadas de Laertinho, acertando a trave, Jonas e Thiago Costa, entre os 10 e os 20 minutos, quase trouxeram o empate, segurado a duras penas com as defesas sensacionais de Éder. Aos 33, falha de Anderson Carvalho propiciou o segundo gol da Francana, que se não marcou um placar elástico, foi por pura falta de sorte. Esta não faltou à AFE, que teve marcada uma penalidade a seu favor, no finalzinho, a qual Fabinho converteu aos 49 minutos. Mais uma vez não tivemos arbitragem contrária e nem faltou sorte, mas sim o futebol, que anda longe do grupo já há algum tempo. O que parecia que viria por antecipação terá que ser obtido em casa, perante a torcida no Estádio Municipal frente ao CAT. Time de Edison Só atinge a marca de sete partidas sem vitória e não dá boas perspectivas para a seqüência da competição, muito menos para a formatação da equipe que está sendo montada para a disputa da Série A2 em 2009.

AA Francana 2x1 Ferroviária FSA

Copa Paulista/2008, 1ª fase, 2º turno, 6ª rodada.

Data: domingo, 28 de setembro de 2008, 11hs.

Local: Estádio Dr. José Lancha Filho, Franca.

Renda: R$ 290,00.  

Público: 36 pagantes.

Árbitro: Roberto Carlos de Andrade.
Assistentes: Flavio Alexandre Silveira e Peterson Leão Rodrigues.
Cartões Amarelos: Dan e Geovane (AAF); Laertinho e Marcelo Almeida (AFE).
Gols: Rone Dias (AAF) de falta aos 13min do primeiro tempo. Maurinho (AAF) aos 33min e Fabinho (AFE)(pênalti) aos 49min da etapa complementar.

Tempo de bola rolando: 63min. 1t - 29; 2t - 34.
Número de faltas: 41. AAF - 19; AFE - 22.

AA Francana: Ricardo 1; Paulo Henrique 2, Dan 3, Diovane 4 e Stanley 6; Hernandes 5, Geovane 7, Rone Dias 8 (Maurinho 14) e Anderson 10; Douglas Richard 9 (Diego 15) e Wagner 11 (Crison 18). Treinador: Sérgio Caetano.
Ferroviária FSA: Éder 1; Thiago Costa 3, Anderson Carvalho 4 e Marcelo Almeida 5; Paulo Henrique 2, Reinaldo 7 (Dióghenes 18), Laertinho 8 (Robinson 17), Jonas 10 e Carlinhos Capixaba 6 (Dudu Araras 16); Fabinho 9 e Wellington 11. Treinador: Edison Só.  


4/out - Sábado - Araraquara - 11hs

1x1

Empate em casa faz AFE repetir velho roteiro: 

insatisfação contra treinador, elenco e diretoria.

O CAT veio tão caído para o jogo que só tinha quatro suplentes no Banco. Seu treinador armou uma forte retranca para tentar segurar o ímpeto afeano que teria que buscar o resultado. 

Logo no início do jogo Robinson perdeu grande oportunidade ao tentar concluir de calcanhar, ao invés de servir o companheiro Laertinho. A partir daí foi um time atacando de forma meio desordenada e o outro se defendendo, o que causou ainda mais irritação dos torcedores presentes no Botânico, que puseram inclusive faixa de cabeça para baixo.

Aos 3 do segundo tempo falta batida propiciou defesa ao goleiro do CAT, o que demonstrou outra atitude grená na criação de jogadas pelas alas. Gil entrou no ataque em lugar de Robinson e deu mais presença de área ao time. Mas sem maior efetividade. O CAT deu um contra-ataque aos 29 minutos e e abriu o marcador, aproveitando falha do sistema defensivo grená. Dada a saída e um suposto pênalti não assinalado provocou reclamações contra o árbitro por parte da AFE. 

O time ainda perdeu Dudu Araras, contundido, quando já haviam sido feitas as três substituições. O gol de empate saiu, mesmo com a classificação garantida. As pressões então já eram generalizadas: jogadores, treinador e diretoria. O velho filme está em reprise nas hostes grenás.

Ferroviária FSA 1x1 CA Taquaritinga
Copa Paulista/2008, 1ª fase, 2º turno, última rodada.
Data: sábado, 4 de outubro de 2008, 11hs.
Local: Estádio Municipal Cândido de Barros, Araraquara.
Renda: R$4.085,00.

Público: 555 pagantes.

Árbitro: Edson Reis Pavani Junior. 
Assistentes: Hilton Francisco de Melo e Fabio Rogério Baestero.
Cartões Amarelos: Thiago Costa, Tabarana, Laertinho e Gil (AFE); Horácio (CAT).
Gols: Horácio (CAT) aos 29min e Wellington (AFE) aos 50min da etapa complementar.

Tempo de bola rolando: 59min14seg. 1t-28min; 2t-31min14seg.

Número de faltas: 32. AFE - 18; CAT - 14.
Ferroviária FSA: Éder 1*; Paulo Henrique 2, André 3 (Felipe 13), Anderson Carvalho 4 e Dudu Araras 6; Thiago Costa 5, Tabarana 7, Laertinho 8 (Jonas 16) e Welington 10; Fabinho 11 e Robinson 9 (Gil 18). Treinador: Edison Só .
CA Taquaritinga: Fernando Henrique 1; Luis Gustavo 2, Araújo 3, Adílio 4 e Paulinho 6; Silvinho 5, Andrezinho 7 (Robinho 15), Cleber 8 e Thiago Souza 10 (Diego 14). Horácio 11 e Lima 9 (Edinho 13). Treinador: Paulinho Ceará.

10/out - Sexta-feira - Araraquara - 20hs

0x1

Não teve jeito! outro resultado negativo 

derruba comissão técnica grená

Os quadros eram totalmente opostos. A Ferroviária tentava a recuperação no início da Segunda Fase da Copa Paulista, após afastamentos de alguns atletas do elenco, que saíram dos planos da Comissão Técnica. Receberam "folga", mas não foram desligados do grupo. Ao mesmo tempo, o time visava a primeira vitória no recém inaugurado estádio municipal do Jardim Botânico, já que conseguiu dois péssimos resultados nas oportunidades em que jogou lá. A classificação veio, porém na quarta vaga após uma incrível seqüência de oito jogos sem vitória, depois de um grande começo na competição que lhe deu gordura suficiente para alcançar o feito.

Do outro lado o Quinze, passando por uma excepcional fase de recuperação em sua história, em posse da segunda melhor campanha de toda a primeira fase, com sete pontos à frente do segundo no grupo. Sobrando! O jogo foi sonolento e com poucas chances de gol, a não ser nas penalidades. Uma para a AFE, reclamada pela torcida. E outra para o XV, no finalzinho, assinalada pelo árbitro, que deu números finais à última partida de Édison Só, após seu retorno ao comando do time numa mesma temporada. 

Ferroviária FSA 0x1 EC XV de Novembro (Piracicaba)
Copa Paulista 2008 - 2ª Fase - 1º Turno - 1ª Rodada.
Data: sexta-feira, 10 de outubro de 2008, 20hs.
Local: Estádio Municipal Dr. Cândido de Barros, Araraquara.
Renda: R$ 4.825,00.
Público: 667 pagantes.
Árbitro: Luciano da Silva Lalucce.
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Herman Brumel Vani.
Cartões amarelos: Anderson Carvalho (AFE) e Evilar (XV).
Cartão vermelho: André (AFE) (vermelho direto) aos 47min do segundo tempo.
Gol: Fábio Santos (pênalti) aos 48min da etapa complementar. 
Tempo de bola rolando: 60min. 1t-31min; 2t-29min.
Número de faltas: 27. AFE-14; XV-13.
Ferroviária FSA: Éder 1; André 2, Anderson Carvalho 4 e Marcelo Almeida 5; Paulo Henrique 8, Juninho 3 (Tabarana 13), Reinaldo 7, Wellington 10 e Carlinhos Capixaba 6 (Fabrício 14); Fabinho 11 e Gil 9 (Dióghenes 18). Treinador: Edison Só.
EC XV de Novembro (Piracicaba): Cristiano 1; Natanael 5, Carlão 2 (Jorge 13) e Evilar 6; Felipe Blau 4, Nilton 7, Erllon 8, Nenê 10 (Marlon 15) e Assis 3; Fábio Santos 9 e Adilson 11 (Thiago Furlan 18). Treinador: Betão.
OBS: Foi concedido 1 minuto de silêncio antes do início da partida em homenagem póstuma ao ex-atleta Francisco Jesuino Avanzi, o volante Chicão, que atuou no XV de Piracicaba, São Paulo FC, Santos FC, Atlético MG, entre outros clubes, falecido naquela semana. 


15/out - Quarta-feira - Guarulhos - 15hs

0x0

CALOR INCOMUM NA GRANDE SÃO PAULO estraga o jogo 

Primeiro jogo do treinador interino Valmir Gritti, após a dispensa de toda a Comissão Técnica em conseqüência da derrota para o XV de Piracicaba. 

Num calor insuportável, não usual na Grande São Paulo, os times entraram em campo às três da tarde com 34 graus de temperatura. Os times apresentaram um baixo nível técnico, como não poderia deixar de acontecer em condições tão adversas para a prática desportiva. Inclusive do gramado, registrado pela arbitragem, na súmula do jogo, como péssimo. A Ferroviária demonstrou uma nova postura em campo, sendo até melhor que o seu adversário na maior parte do primeiro tempo, tendo inclusive carimbado a trave rubro-negra. 

No segundo tempo o desgaste foi sentido mais pelos grenás, que na marcação do adversário acabou exagerando nas faltas e teve dois atletas expulsos de campo. Tá certo que a expulsão do atacante Gil foi muito contestada, devido à interpretação do árbitro da partida, que aceitou a valorização do atleta do Flamengo. O placar foi positivo, pois foi conseguido fora de casa e com dois jogadores a menos.

Campanha afeana atinge a marca de dez jogos sem vitória, e rumores sobre um novo Supervisor de Futebol.

AA Flamengo 0x0 Ferroviária FSA
Copa Paulista 2008 - 2ª Fase - 1º Turno - 2ª Rodada.
Data: quarta-feira, 15 de outubro de 2008, 15hs.
Local: Estádio Antônio Soares de Oliveira, Guarulhos.
Renda: R$ 1.096,00.
Público: 218 pagantes.
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Assistentes: Vicente Romano Neto e Fausto Augusto Viana Moretti.
Cartões amarelos: Belém e Gustavo (AAF); Tabarana (AFE).
Cartões vermelhos: Tabarana (AFE) (segundo amarelo) aos 16min e Gil (AFE) (vermelho direto) aos 20min do segundo tempo.
Tempo de bola rolando: 51min. 1t-24min30seg; 2t-26min30seg.
Número de faltas: 35. AAF-20; AFE-15.
AA Flamengo: Neto 1; Gustavo 3, Belém 5 (Bruninho 14) e Rafael Braga 4; Vinícius 2, Baraca 8, Rodrigo Lopes 9, Vitor Hugo 10 (Rinaldo 16) e Tobias 6; Paulinho 11 e Leandrinho 7 (Souzinha 18). Treinador: Nei Silva
Ferroviária FSA: Éder 1; Tabarana 4, Thiago Costa 3 e Marcelo Almeida 5; Paulo Henrique 2, Abuda 8 (Guilherme Alves 15), Reinaldo 7, Wellington 10 (Dióghenes 17) e Fabrício 6; Fabinho 11 (Cassimba 13) e Gil 9. Treinador (interino): Valmir Gritti.


25/out - Sábado - Araraquara - 19hs

2x1

ALELUIA! VITÓRIA, E A PRIMEIRA NO BOTÂNICO

Forte calor na Morada do Sol, no jogo de volta após o empate de Bauru. As  equipes no sistema 3-5-2, com muito equilíbrio no setor de meia-cancha. O Norusca passou a dominar após os 20 minutos, deu a opção do contra-ataque para os grenás, que criaram algumas oportunidades para abrir o marcador, pecando na finalização. As equipes intercalaram-se nas oportunidades, porém o Norusca esteve mais perto de abrir o marcador.

No segundo tempo vieram alterações e um melhor rendimento, devido também a um refresco no forte calor. Laertinho abriu o placar logo aos 7 minutos, fazendo seu segundo gol no Estádio Cândido de Barros. O Noroeste foi para cima e empatou aos 16, com Pablo. Aos 22 minutos após forte pressão noroestina, a Ferrinha carimbou a trave de Alexandre Villa porém, perdeu Laertinho em seguida, expulso pelo segundo amarelo. Pablo igualou o placar de expulsões pelo Noroeste, e as oportunidades foram novamente se alternando.

Paulo César de Oliveira assinalou penalidade máxima sobre Fabinho, convertida pelo próprio atacante aos 36 minutos. Robinson perdeu o terceiro aos 44, e Éder teve que salvar o empate aos 47 minutos. Na seqüência, Jonas, que voltou após período de  afastamento, fez grande jogada e acertou novamente a trave vermelha. A AFE faz as pazes com a vitória após 11 jogos e vence a primeira no Municipal do Botânico. 

Ferroviária FSA 2x1 EC Noroeste
Copa Paulista 2008, 2ª Fase, 2º Turno, 1ª Rodada.
Data: sábado, 25 de outubro de 2008, 19 hs.
Local: Estádio Dr. Cândido de Barros, Araraquara.
Renda: R$ 3.140,00
Público: 448 pagantes.
Árbitro: Paulo César de Oliveira.
Assistentes: Rogério Gomes da Silva e Edvanio Ferreira Duarte.
Cartões amarelos: Carlinhos, Laertinho, Fabinho, Abuda e Reinaldo (AFE); Éder Monteiro e Marcelo Santos (ECN).
Cartões vermelhos: Laertinho (AFE)(2º amarelo) aos 23min e Pablo (ECN) (vermelho direto) aos 27min da etapa final.
Gols: Laertinho (AFE) aos 8min, Pablo (ECN) aos 16min, e Fabinho (AFE)(pênalti) aos 36min da segunda etapa.
Tempo de bola rolando: 60min06seg. 1t-30min46seg; 2t-29min20seg.
Número de faltas: 50. AFE-30; ECN-20.
Ferroviária FSA: Éder 1*; Tabarana 3, Alan 4 e Thiago Costa 5; Carlinhos Capixaba 2, Reinaldo 7, Abuda 8 (Fábio Henrique 15), Laertinho 10 e Fabrício 6 (Jonas 16); Gil 9 (Robinson 18) e Fabinho 11. Treinador: Valmir Gritti (interino).
EC Noroeste: Alexandre Villa 1; Matheus 3, Pablo 5 e Éder Monteiro 4 (Leleco 18); Juninho 2, Dê 7, Renatinho 8 (Magrão 13), Giovanni 10 e Marcelo Santos 6*; Éder Satílio 11 (Danilo Dias 16) e Borebi 9. Treinador: Luiz Carlos Martins.
OBS: Partida paralisada durante 19 minutos, a partir dos 38min do primeiro tempo, por problemas na iluminação do estádio.


O ano termina para a Ferroviária com enorme frustração. 

Fazendo uma boa Campanha na Série A2, o grupo sofreu problemas com o treinador Edison Só, e foi para os quadrangulares com Luiz Carlos Ferreira, que de maneira decepcionante, acabou com as pretensões do acesso. Dois outros treinadores ainda foram utilizados: Telão (de maneira interina) e Paulo Cezar Catanoce, que devolveu a auto-estima ao grupo, mas não foi suficiente.

Na Copinha, surpreendentemente a S/A trouxe de volta Edison Só, que nas primeiras seis rodadas conseguiu cinco vitórias, gordura suficiente para obter a classificação, mesmo com turbulências que vieram depois, quando as outras equipes se acertaram no Torneio.

A segunda queda de Edison Só no ano tornou-se inevitável, e houve a necessária reformulação de toda a Comissão Técnica, com a contratação de um Gerente de Futebol, Homero Santarelli. Mantendo como interino o treinador dos juniores Walmir Gritti, a Ferrinha conseguiu até algumas esperanças de subir na competição, mas não deu. O treinador novo foi anunciado, Ivo Secchi.

As reformas no Estádio da Fonte Luminosa, transformando-a em Arena moderna, enchem de expectativa o projeto do acesso para 2009. O time jogou muitas partidas em Taquaritinga, até a inauguração do novo Estádio Municipal do Jardim Botânico, e vira o ano sem um teto para iniciar a disputa da A2.

Por último, perdeu seu maior aliado na Prefeitura: Edinho Silva.

19/out - Domingo - Bauru - 10hs30min

1x1

MUITA LUTA COM WALMIR GRITTI NO COMANDO

Depois da dissolução da Comissão Técnica anterior e o anúncio do novo Gerente de Futebol Homero Santarelli, a Ferrinha consegue outro resultado positivo na Copa Paulista 2008. O segundo empate consecutivo fora de casa, ou melhor, como visitante, já que o fator campo não pesou nenhuma vez a seu favor nessa competição. Até a inauguração do novo Municipal do Jardim Botânico a equipe afeana conseguiu seus melhores resultados no Taquarão, e teve reveses justamente nas três oportunidades em que jogou em casa: derrotas nos dois maiores clássicos (Botafogo e XV de Piracicaba) e o medíocre empate, nos acréscimos, justamente contra o CAT.

O interino Valmir Gritti se esforça para mostrar sua capacidade, como bom treinador que é, recuperando a auto-estima do grupo. Por duas vezes o time se comportou da mesma maneira. Entrou com forte esquema de marcação mas pecou um pouco na maneira de fazê-lo, haja vista as expulsões que ocorreram nos dois combates, e que por sorte não prejudicou o resultado final.

Teremos agora duas partidas seguidas no Botânico, para tentarmos duas metas. Buscar a segunda vaga que está em disputa, já que o XV de Piracicaba soberanamente colocou uma das mãos na primeira. E a conquista do primeiro resultado positivo no belo e recém inaugurado estádio Cândido de Barros, para dar um pouco de alegria à sua exigente torcida.

EC Noroeste 1x1 Ferroviária FSA

Copa Paulista 2008 - 2ª Fase - 1º Turno - 3ª Rodada.

Data: sábado, 18 de outubro de 2008, 10hs30min.

Local: Estádio Dr. Alfredo de Castilho, Bauru.

Renda: R$ 1.195,00.

Público: 203 pagantes.

Árbitro: Carlos Roberto dos Santos Júnior

Assistentes: João Paulo Spim Redondo e Andreval de Jesus Monteiro.

Cartões amarelos: Juninho, Dê e Éder (ECN); Paulo Henrique, Thiago Costa e Abuda (AFE).

Cartão vermelho: Paulo Henrique (AFE) (2º amarelo) aos 9min do segundo tempo.

Gols: Fabinho (AFE) aos 3min e Borebi (ECN) aos 11min da etapa final.

Tempo de bola rolando: 60min. 1t-31min; 2t-29min.

Número de faltas: 44. ECN-19; AFE-25.

EC Noroeste: Fernando Vizzotto 1; Gabriel 2 (Danilo Dias 18), Matheus 3, Éder Monteiro 4 e Marcelo Santos 6; Pablo 5 (Éder 16), Juninho 7, Dê 8 e Giovanni 10 (Renatinho 15); Leandro Fonseca 9 e Borebi 11. Treinador: Luís Carlos Martins.

Ferroviária FSA: Éder 1; André 3, Thiago Costa 4 e Alan 5; Paulo Henrique 2, Abuda 8, Reinaldo 7, Laertinho 10 (Fredson 15) e Fabrício 6; Robinson 9 (Carlinhos Capixaba 13) e Fabinho 11 (Dióghenes 17). Treinador (interino): Valmir Gritti.


29/out - Sábado - Araraquara - 15hs

0x1

FLAMENGO SURPREENDE E ESFRIA RECUPERAÇÃO GRENÁ

Time da Grande São Paulo conseguiu se defender com competência e aproveitou-se de um gol de falta de um ex-afeano. O ala esquerda Tobias, no segundo tempo, assinalou o gol solitário do jogo, que impede a continuidade da  recuperação grená e impõe nova derrota no Estádio do Botânico. 

O interino Walmir Gritti colocou o time à frente em busca de pelo menos o empate, mas não deu. Chances matemáticas ainda suspiram pelos lados da Ferrinha, que saiu da vice-liderança para a lanterna do Grupo.

Ferroviária FSA 0x1 AA Flamengo
Copa Paulista 2008, 2ª Fase, 2º Turno, 2ª rodada
Data: Quarta-feira, 29 de outubro de 2008, 20hs.
Local: Estádio Dr. Cândido de Barros, Araraquara.
Renda: R$ 3.600,00
Público: 495 pagantes.
Árbitro: Eduardo César Coronado Coelho.
Assistentes: Sérvio Antonio Bucioli e Raphael Carlos Ferreira da Cruz.
Cartões amarelos: Paulo Henrique (AFE); Nelson, Rinaldo e Luiz Gustavo (AAF).
Gol: Tobias, de falta, aos 19min da etapa complementar.
Tempo de bola rolando: 56min. 1t-27min; 2t-29min.
Número de faltas: 54. AFE-22; AAF-32.

Ferroviária FSA: Éder 1; Tabarana 3, Thiago Costa 5 e Alan 4; Carlinhos Capixaba 2 (Paulo Henrique 13), Abuda 8 (Dióghenes 18), Reinaldo 7, Wellington 10 e Fabrício 6; Robinson 9 e Fábio Henrique 11 (Jonas 17). Treinador: Valmir Gritti.
AA Flamengo: Neto 1; Gustavo 3, Belém 5 (Lelo 15) e Luiz Gustavo 4; Vinícius 2, Thiago 8, Rodrigo Lopes 9 (Edney 13), Rinaldo 10 (Souzinha 14) e Tobias 6; Nelson 7 e Paulinho 11. Treinador: Nei Silva.


2/nov - Domingo - Araraquara - 20hs

3x0

AFE SE DESPEDE PROPORCIONANDO FESTA AO XV

Ferroviária precisava de um milagre. Vencer o líder e já classificado XV, em Piracicaba, por dois gols de diferença, e torcer para Noroeste e Flamengo empatarem em Guarulhos. Foi valente no primeiro tempo e conseguiu intercalar oportunidades de gol com o time da casa. Defesas de ambos os goleiros, bola na trave chutada pelo XV, e o gol do alvinegro acabou saindo no final, de pênalti.

Na segunda etapa o segundo gol saiu logo no início e fez a Ferroviária cair na real, aceitando a superioridade do time de Piracicaba, demonstrada durante toda a Primeira Fase. A vaga veio com sobra e justiça para uma equipe que chegou ao fundo do poço, e passou por uma incrível recuperação, enchendo de alegria sua fanática torcida. A outra vaga ficou com o Flamengo.

EC XV de Novembro (Piracicaba) 3x0 Ferroviária FSA
Copa Paulista 2008, 2ª Fase, 2º Turno, última rodada
Data: domingo, 2 de novembro de 2008, 11 hs.
Local: Estádio Barão da Serra Negra, Piracicaba.
Árbitro: Vinicius Furlan.
Assistentes: Marinaldo Silvério e Marcio D'Avila Tragante.
Renda: R$ 8.355,00
Público: 1.153 pagantes.
Cartões amarelos: Fábio Santos e Rafinha (XV). Alan, Tabarana, Laertinho, Fábio Henrique, Welington e Marcelo Almeida (AFE); .
Gols: Fábio Santos (pênalti) aos 38min do primeiro tempo. Marlon aos 10min e Rafinha, aos 46min da etapa final.

Tempo de bola rolando: 55min. 1t - 28min; 2t - 27min.
Número de faltas: 43. XV-24; AFE-19.
EC XV de Piracicaba: Cristiano 1; Natanael 5, Carlão 2 e Evilar 6; Felipe Blau 4, Nilton 7 (Rafinha 15), Erllon 8, Thiago Furlan 10 (Marlon 16) e Preto 3; Fábio Santos 9 (Renê 17) e Adílson 11. Treinador: Carlos Alberto Soave.
Ferroviária FSA: Éder 1; Tabarana 3 (Fábio Henrique 16), Thiago Costa 5 e Alan 4; Paulo Henrique 2 (Dudu Araras 15), Marcelo Almeida 6, Laertinho 8 (Dióghenes 17), Welington 10 e Abuda 7; Fabinho 11 e Gil 9. Treinador: Valmir Gritti.


 Fabiano de Souza Barbuio - Fabinho : 8
 
Laerte Soranso Fiochi - Laertinho : 4
 
Wellington Bruno da Silva - Wellington : 4
 
Dioghenes Silva Santana - Dioghenes : 1
 
Guilherme Peixoto Alves Ferreira - Gui Alves : 1
 
Paulo Henrique Martins Costa - Paulo Henrique : 1

ARTILHEIROS DO TIME NA COPA FPF

© AFEnet - 2008


 

  ir para a página de campanhas